Notícia
CONCÓRDIA
05/06/2014 - 6 hrs
 
Castello Branco recebe prêmio Nacional
 
O Ministério do Meio Ambiente (MMA) premiou ontem (em Brasília) as instituições vencedoras do 5º Prêmio Melhores Práticas de Sustentabilidade (Prêmio A3P). A premiação aconteceu durante o 8º Fórum da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P). O Município de Presidente Castello Branco foi o único catarinense que recebeu a premiação. O prefeito Cláudio Sartori participou do cerimonial. Os castellenses tiveram a oportunidade de apresentar para todo o país um vídeo institucional sobre o Programa Castellense de Coleta Seletiva de Lixo. Além disso, as crianças apresentaram um teatro para a autoridade presentes.

As instituições ganhadoras foram vistoriadas por equipes técnicas do MMA. A fase da vistoria aconteceu após as fases de pré-avaliação e avaliação dos 88 projetos inscritos, realizada pela comissão julgadora do prêmio. Ao todo, 71 instituições concorreram à premiação por promoverem ações de responsabilidade socioambiental no cotidiano.

Receberam certificados e troféus os três primeiros colocados de cada categoria: “Gestão de Resíduos”, “Uso e Manejo Sustentável de Recursos Naturais” e “Inovação da Gestão Pública”, além das três melhores ações dessas categorias que estão inscritas na categoria Destaque da Rede A3P, canal de comunicação que promove o compartilhamento de experiências.

EXEMPLOS INOVADORES

O 5º Prêmio Melhores Práticas de Sustentabilidade faz parte da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), programa do MMA que estimula ações sustentáveis na rotina das instituições públicas. Na categoria “Gestão de Resíduos” foram inscritos projetos que envolvem coleta seletiva e reaproveitamento de materiais. As iniciativas da categoria “Uso e Manejo Sustentável de Recursos Naturais” trataram de temas como consumo de energia, habitação sustentável e tratamento de água. Em “Inovação na Gestão Pública” foram inscritos projetos como de consumo consciente, agentes socioambientais e tecnologias sustentáveis.


Programa Castellense de Coleta Seletiva

O Município de Presidente Castello Branco adotou um modelo intersetorial de gestão. Dessa forma, todos os entes envolvidos nas ações desenvolvem as atividades de forma sincronizada. Com a gestão intersetorial, todos os setores da rede pública executam ações sustentáveis. O modelo está alicerçado nos pilares do planejamento, organização, execução e avaliação de ações de curto, médio e longo prazos. Foi nas escolas, que o município passou fomentar um novo olhar para o lixo. As crianças passaram a ser multiplicadoras dessas boas práticas, que passaram a ser vivenciadas e incorporadas pela comunidade.

Os castellenses desenvolvem o projeto Educando para Sustentabilidade. Os alunos desenvolvem práticas sustentáveis, que valorizam a utilização de materiais recicláveis e estimulam o consumo de frutas e vegetais na merenda escolar. Confira os principais projetos que as escolas desenvolvem:

A Escola Municipal “ Banhadão” realiza o Projeto Lavoura Familiar: Valorizando a Alimentação Saudável. A Escola Municipal “Taquaral” executa o Projeto Horta Permacultural, que tem como finalidade sensibilizar a comunidade escolar para o cultivo de legumes e manejo de uma horta escolar. Na Escola Municipal “Imigra” o projeto sustentável tem a intenção de realizar experiência de uma Farmácia Viva. A Escola Municipal “ São Luís” resgata a cultura do pomar. A Escola Municipal “Centro Educacional de Ensino de 1° Grau” , desenvolve o projeto Biodegradáveis : Uma Alternativa Sustentável. O Centro de Educação Infantil “Acalanto” realiza o Projeto: Construindo Jogos e Brinquedos Pedagógicos com utilização de materiais alternativos. Na Escola de Educação Básica Dois Irmãos é desenvolvido o projeto Gestão da Água: Cisterna – Uma alternativa para Sustentabilidade.


Aterro Sanitário


Todo lixo produzido pelo município de Presidente Castello Branco é destinado até o aterro sanitário. Chegando ao Galpão de triagem, é separado conforme o tipo de material a ser comercializado.
Os resíduos orgânicos são depositados na vala de compostagem. O material é tratado nas quatro lagoas de decantação. Todo produto reciclável é prensado e comercializado. O dinheiro adquirido com a venda destes materiais é revertido à população com a compra de climatizadores, uniforme e o material escolar. Com o material orgânico é realizada a compostagem. O produto final desse processo é utilizado pela Secretaria Municipal de Agricultura na produção de mudas no Viveiro, com a produção de mudas de hortaliças, frutíferas e ervas medicinais distribuídas a população.
O Município também dispõe de um Matrizeiro com o objetivo de preservar as diferentes variedades de cada espécie das culturas tradicionais da região.
 
Impresso em: 21/04/2019 às 05:29

Rádio Rural AM 840