26/12/2018 - 08h
Troca dos presentes de Natal
Lojas não possuem dever de troca no caso de produtos sem defeitos

Não tem data no ano em que as pessoas ganhem tantos presentes como no Natal. Mas nem sempre o carinho em forma de presente é do agrado ou do tamanho certo de quem ganhou, e o jeito é trocar. 

Se você ganhou uma roupa e não serviu é a loja  quem decide se troca ou não quando o produto não tiver defeito. Vale para tamanho, cor, troca por outro produto. 

E é a loja que define as regras e prazos para a troca. Importante sempre perguntar na hora da compra se é possível trocar e quais são as condições. 

Se você comprou um presente para as crianças neste natal, para um familiar e o presente veio com defeito, já tenha em mãos a nota fiscal. 

É  a nota fiscal que garante o dia da compra e o preço, por exemplo. A loja fica na obrigação de fazer essa troca. Se o problema for no lote todo da mercadoria, o cliente pode pedir o dinheiro de volta ou até mesmo trocar por outro produto da loja. A loja tem 
30 dias para resolver o problema. 

A empresa tem o direito de mandar para perícia, assistência técnica, ou para a fábrica (é preciso analisar caso a caso). Se não resolveu no prazo, o cliente pode pedir a troca por outro produto, devolução do dinheiro corrigido ou redução do preço deste mesmo produto com defeito. 

Nesse último caso, a pessoa não poderá mais solicitar a troca ou o conserto do item.




Fonte: Terra
Impresso em: 22/01/2020 às 05:13


Rádio Rural AM 840