08/02/2019 - 18h
Operação apreende cigarros na comarca de Seara
Suspeita de contrabando.

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), deflagrou, em todo o Estado, na quarta-feira, 06, uma operação de fiscalização de pontos de comercialização de cigarros, realizando ações repressivas nos aludidos locais. 
De acordo com o Comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar de Seara, Tenente André Diego Marques da Rosa, o objetivo da operação realizada era promover a retirada de circulação e apreensão de cigarros oriundos de países estrangeiros e, eventualmente, realizar a apreensão de materiais de procedência duvidosa, decorrentes da prática dos crimes de descaminho ou contrabando, realizando, consequentemente, a prisão ou apreensão dos infratores. 

No âmbito da 3ª Companhia de Polícia Militar, a operação foi realizada nos municípios de Seara e Itá. 
Foram fiscalizados nove estabelecimentos comerciais em Seara, sendo apreendidas 523 carteiras de cigarros contrabandeados do Paraguai. No município de Itá, foram fiscalizados cinco estabelecimentos comerciais, sendo apreendidas 19 carteiras de cigarros fabricados no Paraguai e 36 discos compactos do tipo Compact Disc (CD), também, de procedência do Paraguai.

Ainda, conforme o Tenente Marques, a fiscalização dos estabelecimentos comerciais que realizam o comércio de cigarros destina-se não apenas a combater o comércio ilegal, mas, principalmente, objetiva proteger as pessoas, diante do risco à saúde pública que essa comercialização ilegal possui, considerando que além do valor dos tributos sonegados, essa prática desrespeita a política nacional de controle do tabaco. Consequente, ações de fiscalização dessa natureza, por parte da Polícia Militar, impedem que o cigarro contrabandeado chegue às mãos do consumidor, reduzindo, assim o dano individual, social e ambiental desses produtos a toda a sociedade.


Impresso em: 23/09/2019 às 12:32


Rádio Rural AM 840