Notícia
POLÍCIA
02/04/2019 - 18 hrs
 
DIC de Concórdia prende membro de quadrilha em Lindoia do Sul
 
A Polícia Civil, através de uma investigação feita pela equipe da Divisão de Investigação Criminal de Joaçaba (DIC), conseguiu identificar um homem de Lindóia do Sul suspeito de ser membro de uma quadrilha desarticulada nos últimos dias e que praticava assaltos em agências bancárias. A DIC de Concórdia foi quem realizou a prisão do suspeito na tarde desta segunda-feira, dia 01. Segundo o responsável pela Divisão de Investigação Criminal de Concórdia, Delegado Álvaro Optiz, o suspeito estava escondido no interior de Lindoia do Sul. 

Conforme o delegado, foi realizada uma operação que terminou na prisão do suspeito que foi encaminhado para Joaçaba, onde o inquérito e os trabalhos de investigação estão sendo realizados. Com a prisão desse suspeito em Lindoia do sul, no total foram identificados sete membros da quadrilha. De acordo com o delegado André Cembranelli – de Joaçaba – o rapaz de Lindóia do Sul teve a prisão temporária decretada. O suspeito preso em Lindóia do Sul foi apontado pela Polícia Civil como membro da quadrilha que fez nos últimos meses ações em várias cidades. Uma das ações seria na cidade de Paula de Freitas no Paraná. O suspeito preso em Lindóia do Sul estaria nesta ação e foi identificado pela investigação da Polícia Civil. 

Outras ações da quadrilha também foram identificadas em bancos de Passos Maia e Catanduvas. O bando invade a agência bancária nas primeiras horas da manhã e utilizando marretas arrebentam os vidros e fazem reféns. Depois de conseguiram acesso ao cofre, eles fogem do estabelecimento bancário. O delegado André Cembranelli afirma que mais mandados de prisão estão sendo cumpridos, alguns no Rio Grande do Sul – na região de Sapiranga. Na última sexta-feira, dia 29, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão houve troca de tiros entre membros da quadrilha e policiais civil em Catanduvas. Dois bandidos foram baleados. 

Um deles ainda está internado com escolta e o outro acabou indo a óbito. A Polícia Civil de Joaçaba continua o trabalho de investigação com apoio de policiais de outras cidades. A Policia Civil acredita que será possível prender outros membros da quadrilha nas próximas horas. Há investigação da Polícia Civil 

 Fontes: Eder Luiz e Serginho Primam
 
Impresso em: 22/05/2019 às 12:54

Rádio Rural AM 840