ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




COLUNA DO LUIS LONGHINI



OPINIÃO: Os assuntos mais polêmicos de terça 14/11 sob os olhares de Longhini. Espie!
Em 14/11/2017


FLAGRANTE DO DIA:
O cirurgião dentista Guilherme Neumann com o filhão Augusto, em linda cena pela Feira do Livro.

Você sabia?
O ano está sendo de muito trabalho para a equipe da Delegacia Regional de Concórdia que compreende demais municípios do Alto Uruguai Catarinense, que analisa e cuida de processos envolvendo a casacão da habilitação de motoristas que excedem pontos, ou mesmo que infrinjam as Leis.

Para se ter uma ideia 580 CNHs foram suspensas até agora, a maioria em Concórdia. Outros 300 processos estão em andamento. Outro dado que chama a atenção envolve um assunto sério ‘bebida e direção’. 70% destas suspensões estão ligadas a este detalhe, um número alto e demostra que as autoridades estão de olhos.

Na plataforma digital que Longhini assina e na editoria de segurança da edição de hoje do DOC produzida pelo jornalista Jackson Käffer você confere mais números interessantes sobre este assunto.

Homenagem
A Feira do Livro terminou sábado, dia 11, em Concórdia com chave de ouro. O evento conseguiu mobilizar crianças, adolescentes e até os mais crescidinhos que fizeram questão de comparecer até a Rua Coberta. Apresentações, teatro, troca de experiências, livros, muitos livros encantaram e tocaram o coração e a mente dos intelectuais.

Neste ano, o grupo Filhos da Pauta, formado por jornalistas e idealizadores da Feira do Livro retornaram e o ponto máximo deste momento foi a homenagem a Gladys de Magalhães Rigon, uma das criadoras do Clube do Livro e propulsora das causas culturas da cidade.

Foi emocionante, uma singela cordialidade a quem sempre nos retribui com conhecimento. Gladys mereceu cada palavra, cada homenagem, cada reconhecimentos.

Em tempo os jornalistas mandaram super bem também na ‘pescaria solidária’, livros doados a sociedade e devolvidos, com um porém social, os recursos arrecadas serão doados a APAE.

Polêmica
Antes o problema, as reclamações eram com a construção e os gastos com a Rua Coberta. A imponente obra construída na gestão do PT foi alvo de duras críticas, hoje não mais, pelo contrário é super elogiada.

O espaço ganhou vida e a realização dos principais eventos da cidade. Nos fins de semana é o point do concordiense para lazer, e quando o assunto é um evento, é na Rua Coberta que ganha vida, como foi na semana passada durante a Feira do Livro.

Aí veio a tona mais uma reclamação: os dias que a mesma ficou fechada. Oras, o local é para isso, mas também vejo que o atual governo deva achar uma solução para a fuga de veículos quando o espaço seja fechado.

Uma alternativa é um trecho da Atalipio Magarinos. Claro, um estudo minucioso tem que ser feito, as mudanças sempre geram comentários ruins por sinal, Pacheco é paz e amor, não quer se envolver nisso, em contrapartida está sempre ouvindo críticas.

Europa
Roberto Canesso gerentão da Carboni Iveco de Concórdia lidera comitiva formada por clientes da Iveco que curtem os bons momentos por Mônaco, o suprassumo do grã fino.

Em ação
Vi, gostei e aplaudi... Sábado, 11, a Polícia
Militar restava com o efetivo nas ruas no início da noite. A blitz realizada em diversas ruas da cidade avançou madrugada a dentro. Nas últimas semanas têm se intensificando.

Até sexta!


Fonte: a opinião de Longhini é publicada de terça a sábado em seu blog nos portais da Rádio Rural e 96 FM


VEJA TAMBÉM





© - Ideia Good - Soluções para Internet