ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




COLUNA DO LUIS LONGHINI



OPINIÃO: Confira os destaques da coluna de Luís Longhini deste sábado 5/1. Leia!
Em 04/01/2019


FLAGRANTE DO DIA:
Luís Carlos Schaurich e sua esposa, a linda e amada Laila.

VIOLÊNCIA
Eita, a coisa anda sendo resolvida em Concórdia á bala. Mal o ano começou e já se soma o primeiro homicídio com arma de fogo. E ainda querem liberar o porte de armas?

Aliás, esse assunto deveria ser discutido com o povo. O brasileiro deveria decidir e o governo acatar a decisão.

Se esse for o caso, pesquisas já mostraram que o brasileiro é contra a liberação de arma de fogo.

CASAN E OS PROBLEMAS
Todos os dias a chiadeira com a Casan em Concórdia é absurda. A estatal anda deixando a desejar na cidade.

Falta de água é um dos problemas que mais vem a tona nestes dias de intenso calor.

Bom, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés que de os pulos dele, e resolva o problema, afinal de contas agora ele é o chefe do estado, e os problemas devam ser resolvidos o quando antes.

ASSIM NÃO BOLSONARO?
O presidente Jair Bolsonaro (PSL), mal assumiu a presidência do Brasil e já anda aumentando impostos.

Sim agora é a vez do IOF, o tal Imposto sobre Operações Financeiras. Cá entre nós, durante campanha afirmou que não aumentaria impostos, e agora?

Por isso que digo, papel aceita tudo, durante a campanha uma coisa, agora outra.

Isso também serve para o Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés que anda disparando aumentos de impostos. Assim não dá, o povo está cansado de impostos, carga tributaria excessivas.

Estou de olho, chega de aumento de impostos.

OPA LÁ...
Pelo visto, o presidente Bolsonaro se arrependeu em ter anunciado o aumentar do IOF.... Agora, o Palácio do Planalto no fim da tarde afirmou que não havera aumento de IOF... Em tempo, melhor assim.

POR FALAR EM BOLSONARO
Outra medida que o presidente está tomando, é baixar a redução de uma das faixas do IR (Imposto de Renda).

Segundo Bolsonaro, o teto do IR para pessoas físicas, que hoje é de 27,5% para contribuintes que ganham a partir de R$ 4.664,68 por mês, passará para 25%.

A redução é uma vergonha, mas já é um começo. Resta a saber quando o nosso presidente irá reduzir o resto das alíquotas. Essas sim que irão pesar no orçamento do Governo Federal, por tanto a redução não será de imediato.


Bom fim de semana a todos!


Fonte: a opinião de Longhini você confere diariamente aqui no blog no portal da Rádio Rural e 96 FM


VEJA TAMBÉM





© - Ideia Good - Soluções para Internet