Rádio Rural AM 840

COLUNA DO LUÍS LONGHINI

Luis Longhini


Um fenômeno chamado Giane Patrícia. Confira!

Por Luís Longhini
Entrevista
02/09/2019 às 10h22

Giane Patrícia, nasceu no, dia 19 de fevereiro de 1975, no Hospital São Francisco em Concórdia. Ela é filha de Hamilton Souza (in memorian) e Líbera Maria Porto Vilas Boas Souza e sempre estive no meio da música e do rádio. Meu pai era músico e radialista, minha mãe dona de casa. Minha infância foi tranquila, estudei muitos anos na Escola de Educação Básica Vidal Ramos. 

Apartir dos nove anos comecei a ter uma vontade muito louca: queria ser paquitaa da Xuxaa (risos). Maandei uma carta pra rua Saturnino de Brito, 74, Jardim Botânico Rio de Janeiro, Cep: 22.470 até hoje não recebi resposta (acho que Marlene Matos me boicotou). A partir daí, minha veia artística começou a fluir... 

Depois de não ter obtido êxito no show da Xuxa resolvi ser cantora, pedi para o meu querido pai me dar uma oportunidade para cantar com ele no programa Roda de Chimarrão que a Rádio Rural transmitia todos os domingos direto do CTG Fronteira da Querência.
 

Só que antes de subir no palco havia dois pequenos degraus e infelizmente eu tropecei, aí acabou a minha carreira de cantora. Ouviaa muito rádio, sempre ameei música, e comecei a perceber que minha voz era diferente das meninas da minha idade. Nessa descobri o meu verdadeiro dom, eu queria ser locutora. 

Minha principal razão do sucesso sãos os meus ouvintes, vivo para eles! 

A primeira oportunidade de mostrar meu talento foi em 1993, quando fui convidada para trabalhar na primeira rádio via satélite de Concórdia, a Líder FM na qual trabalhei até 1995. Meus grandes ídolos da época, trabalhavam na Rádio 96 FM, Décio Pandolfi, Serginho Primam, Erasmo Carlos e Verinha... eu entendia que precisava de aprimoramento para realizar o meu sonho, que era trabalhar na Rádio 96, por isso resolvi ir embora e conhecer outros mercados para me profissionalizar.

Fiquei 15 dias na Vang FM de Xaxim e recebi uma proposta de Transa FM de Joaçaba que hoje é Band Fm. Foi uma grande escola, aprendi tudo e mais um pouco. 

Constituí família, fiz minha faculdade de Comunicação Social, jornalismo, ganhei prêmios importantes, três vezes o Microfone de Ouro, Prêmio Unimed de Jornalismo, Prêmio Imprensa Embratel... E fui muuiitoooo feliz e valorizada... Só que minha família, minha terra natal, minha rádio preferida a Rádio 96 fm meu sonho de consumo começaram a invadir a minha mente e a sensação era de que estava na hora de voltar. 

Fernando Martini foi a peça fundamental para o meu retorno, a quem agradeço pela confiança. Estou fazendo o que amo, para quem mais amo, que é você, ouvinte da Rádio 96.

BATE BOLA

HOBBY: Fiz da minha profissão um
LUGAR INESQUECIVEL: Gramado (Rio Grande do Sul)
MÚSICA: Não vivo sem
MANIA: De beijar (risos)
FILME: O Predestinado
LIVRO: O Vendedor de sonhos - Augusto Cury
DESEJO: Contagiar Concórdia com muitaaa alegriia 
NÃO VIVO SEM: Meus ouvintes
AMIGOS: Poucos, mas valiosos
HEROÍ: Tenho dois... meu pai Hamilton Souza (in memorian) e meu irmão Jean Carlos
SONHO: alguns já realizados, outros realizando...
CAOS: Mau humor
LUXO: Paz de espírito
MELHOR DRINK: Prefiro uma cervejinha bem gelada 
CIDADE EM QUE MORARIA: Curitiba
O QUE TE IRRITA: Maldade
LUGAR PREFERIDO NAS FÉRIAS: qualquer lugar em boa companhia
UMA PRESENTE INESQUECÍVEL: Meu filho Caio
PLANOS PARA O FUTURO: Ser muito feliz em Concórdia
FRASE:Acredite em si, engate a mente na sua boa estrela e reconheça que a sua luz interior o conduzirá sempre para cima e para frente.

 

Fonte: Luís Longhini


Confira o vídeo:






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






VEJA TAMBÉM