Rádio Rural AM 840

COLUNA DO LUÍS LONGHINI

Luis Longhini


​Família de Concórdia está isolada na França. Confira os relatos!

Por Luís Longhini
Entrevista
24/03/2020 às 05h28

PARIS, FRANÇA – A pandemia de Coronavírus pelo mundo pegou muitas nações de surpresa. O surto teve seu início declarado segundo a Organização Mundial da Saúde, em dezembro, de 2019, e em tão pouco tempo começou avançou pelo mundo pegou muitos turistas em viagem.

Foi o caso da família, Liotto e Anzanello, de Concórdia, que estavam com viagem marcada antes mesmo de todos os alertas emitidos pelos países da Europa. No roteiro de viagem estavam cidades da França e da Espanha.

Longhini, conversou nesta segunda-feira, 23, através de aplicativo de conversa, com o empresário Nelio Liotto, que relata os momentos tensos que ele, e mais nove membros da família estão passando na Europa.

A VIAGEM
A compra da viagem foi realizada pela família, Anzanello e Liotto, ainda em 2019, e no, dia 11, de março eles embarcaram rumo a França, primeiro País no roteiro, e neste momento não havia nenhuma decreto emitido pelas autoridades da França e da Espanha sobre o Coronavírus.

Assim que chegamos, no dia 12, chegamos bem, não havia restrições, conseguimos visitar algumas atrações que estava em nosso roteiro. Só a partir do terceiro dia de nossa viagem, iniciaram as restrições, a França fechou suas fronteiras, impedindo que seguíssemos viagem para a Espanha –, relata.

RESTRIÇÃO
Nélio explica, que desde que a restrição foi decretada pelo governo francês, a família está em Paris, ficou em alguns hotéis, e atualmente está hospedada em um apartamento, a qual conseguiram através da intermediação de um aplicativo de viagem.

As restrições para circular nas ruas estão rigorosas! Só podemos sair para comprar produtos de primeira necessidade, supermercado, farmácia... Precisamos dessa autorização previa diariamente, caso contrário somos abordados pela polícia, sob pena de uma multa 135 Euros, ou seja: R$ 744,26. Paris está isolada, as pessoas estão proibidas de saírem de casa e estamos cumprindo aqui fechados em um apartamento todas as determinações do País –, contou Nélio.

FAMÍLIA ESTÁ BEM
Ao ser questionado, como a família está? Nélio, afirmou que todos estão bem! A turma de Concórdia formada por 10 pessoas, entre crianças e adultos, está seguindo todos os trâmites legais decretados pelas autoridades francesas.

Estamos bem! E queremos voltar ao Brasil o quanto antes, e esperamos que seja o mais breve possível. Aqui está tudo paralisado, mas não está faltando comida, apenas o toque de recolher é bem rigoroso, mas sabemos que é para o bem de todos nós, e estamos acatando todas as decisões que foram impostas pelo governo –, afirmou Nélio Lioto.

ANGÚSTIA
Nélio conta que a família está em permanentemente contato com o consulado brasileiro na França.

Nossa maior angústia é com o retorno. Voltaríamos ao Brasil nesta semana, quinta-feira, dia 26, mas não conseguimos contato com a empresa área e muito menos com a agência de viagem que nos vendeu o pacote. Nos aeroportos está tudo suspenso. O que queremos é sair daqui o quanto antes –, explica.

Nélio informa, que o consulado brasileiro e o Itamarati não conseguem atender a todos os pedidos dos brasileiros que estão por lá.

Estamos em constante contato com as autoridades brasileiras. Só queremos retornar ao Brasil o quanto antes. Quando viajamos para cá, não havia nenhuma restrição, nossa agência de viagem não fez nenhum alerta a nós. Se soubéssemos antes dessa gravidada toda, evitaríamos a viagem –, declarou o concordiense.

Nélio e família estão bem, estão em um apartamento na cidade de Paris, e aguardarão uma resposta do Itamarati e da empresa de viagem que compraram o pacote. A família está também a procura de outras alternativas para o retorno imediato ao Brasil.

Fonte: Luís Longhini - Fotos: Divulgação





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






VEJA TAMBÉM