Rádio Rural AM 840

COLUNA DO LUÍS LONGHINI

Luis Longhini


Ícone de Concórdia, Hotel Alvorada se reinventa e segue firme no mercado. Confira!

Por Luís Longhini
Entrevista
18/07/2020 às 07h08

CONCÓRDIA – A entrevista especial desta semana que o colunista, Luís Longhini preparou vai tratar de um dos ícones de Concórdia, o Hotel Alvorada.

Como um dos mais imponentes hotéis do Sul do Brasil se preparou para o retorno em meio a essa pandemia? Como está a equipe do Alvorada está enfrentamento o Covid-19? Quais são as lições neste momento e os passos para o futuro do Hotel Alvorada...

Respostas estas que você confere na entrevista a seguir ⇣⇣⇣ com a gestora do Hotel Alvorada, a empresária Carolina Reich Marcon Passero.

Luís Longhini: Como o Hotel Alvorada está enfrentando o Covid-19?
Carolina Reich Marcon Passero:
Desde o início da pandemia, nossa principal preocupação foi em preservar a saúde dos nossos colaboradores, hóspedes e clientes. Seguimos a risca as orientações e restrições impostas por órgãos federais, estaduais e municipais. Aderimos ao selo do 'Turismo Responsável', do Ministério do Turismo, que nos dá diretrizes de como devemos proceder para garantirmos a segurança dos nossos espaços. Financeiramente, estamos reduzindo gastos e desperdícios para podermos manter nosso pessoal, mesmo com o faturamento bastante reduzido. O hotel contava com outros setores além da hospedagem, como o restaurante e eventos. A hospedagem ficou fechada por um período, mas já voltamos a operar, o restaurante, estamos atendendo apenas room service à noite e café da manhã. Já os eventos, não estão acontecendo, nosso salão social está há quatro meses sem poder realizar festas. Nossos auditórios estão recebendo apenas pequenos cursos, com muitos cuidados e restrições.

Hotel Alvorada adquire o selo 'Turismo Responsável', do Ministério do Turismo e garante toda a segurança a seus clientes - Foto: Divulgação

Luís Longhini: Quais foram as mudanças que o Hotel Alvorada implantou neste período?
Carolina Reich Marcon Passero:
Quando o hóspede chega no nosso hotel, já percebe a diferença, ambientes mais ventilados e apenas com itens necessários na recepção. Incentivamos o check in on line, reduzindo o tempo de permanência na recepção e contato físico. Entregamos um kit higienizado e desinfetado com itens que o hóspede irá utilizar durante a estadia, como controles, amenities, etc. Estamos tendo cuidados redobrados com a limpeza. Realizamos treinamento para os colaboradores e estamos intensificando a desinfecção dos ambientes com produtos apropriados. Deixamos os apartamentos em "quarentena", quando sai um hóspede não ocupamos o apartamento no mesmo dia, realizamos uma limpeza especial, trocamos todo o enxoval e deixamos o apartamento ventilar, para só depois ocuparmos novamente. Foi retirado tudo que não é estritamente necessário do apartamento, inclusive a papelaria. Informações sobre a hospedagem são visualizadas através de um código QR. Estamos usando recursos da tecnologia a nosso favor. O café da manhã é servido individual, não montamos buffet nem deixamos os alimentos expostos. Para o room service também tomamos todos os cuidados, levando os produtos todos embalados e cobertos. Nos auditórios, as salas são ocupadas por no máximo 1/3 da capacidade, respeitando o distanciamento de um metro e meio entre os participantes. Os coffee break também são individuais, não deixamos os alimentos expostos.

Luís Longhini: Qual é a perceptiva de vocês a curto e longo prazo?
Carolina Reich Marcon Passero:
Esses meses de pandemia nos deixarão marcas por um longo período: prejuízos financeiros são inevitáveis, mas o aprendizado nesse período também ficarão. Algumas mudanças, incremento de tecnologia, treinamento dos colaboradores que ocorreram por causa do Covid-19, serão mantidos após o fim da pandemia. O apoio, esforço e compreensão dos nossos funcionários tem sido essencial para dar continuidade ao nosso negócio. Vendemos serviços e ter uma equipe engajada e unida é o segredo do sucesso. Já estamos sentindo o retorno dos nossos hóspedes, a satisfação de termos novos clientes e a certeza de estarmos tentando fazer o melhor.





Fonte: Luís Longhini - Fotos: Divulgação





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






VEJA TAMBÉM