Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

LUAN DE BORTOLI




Shows da expo: mais curtição e menos reclamação, por favor!

Expo Concórdia inicia nesta sexta-feira com shows gratuitos
Adicionado em 06/09/2019 às 07:57:26

Começa hoje, sexta-feira, dia 06, a Expo Concórdia. A população de Concórdia espera há seis anos a realização do evento. E a volta dela promete ser grandiosa. Serão diversos eventos dentro da feira, como palestras e seminários. Mas os shows são um dos atrativos que mais chamam a atenção em um evento deste gênero.

E a Expo Concórdia 2019 em nada perde para grandes feiras, como a Efapi, que neste ano até foi cancelada. Serão pelo menos cinco grandes shows de repercussão nacional – Chrystian e Ralf, AnittaAnderson FreireSkank e Fernando e Sorocaba – além de diversos shows regionais e locais – Marine Lima do The Voice, os gaúchos Joca MartinsGaúcho da Fronteira e Tradição, além do Nenhum de Nós

Isso só pra citar alguns, já que a Expo terá vários outros shows além destes. São apresentações para todos os gostos. Mas quero me ater aos principais e nacionais. Fiquei positivamente surpreso com a escolha feita pela Comissão Organizadora da Feira para esta edição. Os cinco principais shows estão entre os melhores de seus gêneros. 

É preciso que a população reconheça isso. Mais do que criticar, é necessário que as pessoas percebam a representatividade, por exemplo, de se trazer Anitta, que hoje é a principal estrela da música nacional – gostando você ou não. Ela não só tem uma carreira nacional consolidada, como tem uma carreira internacional, onde já gravou até com Madonna. Um show de Anitta, por exemplo, é coisa de feira de grandes centros. E isso qualifica a nossa feira como uma das principais do segmento no estado.

Skank, minha preferência entre todas as atrações, pode até não estar mais emplacando hits nas rádios, mas é uma das principais banda do cenário pop/rock do país e traz consigo uma lista de sucessos que encantam os mais antigos e os mais jovens. 

Os shows sertanejos trazem artistas consolidados. Chrystian e Ralf e Fernando e Sorocaba têm sucessos que todos os públicos sabem cantar. Anderson Freire foi uma escolha certeira para sair daquele mais do mesmo – como Aline Barros ou Damares.

Enfim, quero finalizar esse já extenso texto só dizendo que criticar é fácil. Mas precisamos fazer o exercício de ver com melhores olhos o que está sendo entregue para a gente. Mais do que a qualidade dos shows, as apresentações serão gratuitas, algo que eu não lembro de ter visto em grandes feiras. Vamos deixar nossos gostos de lado, deixar nossas convicções políticas para depois. Vamos valorizar o que é nosso e o que fazem por nós. E se não gosta, apenas não vá ao show. Respeitar é bom e custa "zero reais".





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

05

Jun
Luan de Bortoli

​Sobre encontrar e não encontrar culpados

Dois fatos recentes me fizeram refletir e perceber certa similaridade entre si, não pela forma, mas pelo que os envolve. Primeiro é a insistência da população em culpar A ou B pela pandemia e pelas consequências – seja na economia, seja nas...

Leia mais

29

Mai
Luan de Bortoli

A perversidade da mente humana

De tempos em tempos, nos deparamos com notícias impactantes que chocam e nos fazem refletir sobre a maldade do ser humano. Nesta semana, dois fatos chamaram a atenção do Brasil. A crueldade de assassinar uma criança. E por alguém de dentro da própria...

Leia mais

22

Mai
Luan de Bortoli

​Reflexões sobre uma pandemia e mais algumas incertezas

A gente vem vivendo momentos diferentes. De incertezas. Estressantes e angustiantes. Meu colega Marcos Feijó usou este espaço, na sua coluna desta semana, para falar sobre um sonho maluco que teve. Assim, vou usar o espaço para refletir sobre o que...

Leia mais

15

Mai
Luan de Bortoli

​A luta contra a covid-19 pede mais da gente

O importante índice que avalia o isolamento social dos catarinenses está baixo. Segundo o governo de Santa Catarina, apenas 39% da população está isolada neste início de maio, um valor longe do minimamente aceitável, que é de 50%. Está, portanto,...

Leia mais

08

Mai
Luan de Bortoli

​Já somos a Itália e a Espanha? Seremos os Estados Unidos?

Nesta semana, o Brasil alcançou números assustadores do coronavírus. As estatísticas já indicavam isso, mas a realidade sempre impacta mais do que qualquer projeção. Não apenas pelo 130 mil casos ou nove mil mortes. Mas pela rapidez que vem...

Leia mais