Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

LUAN DE BORTOLI




Um sopro de vida

Está na hora de assumirmos o protagonismo das nossas vidas e não apenas vê-la passar.
Adicionado em 29/11/2019 às 08:35:12

A coluna de hoje é mais uma reflexão do que um espaço opinativo. A gente fica mais reflexivo assim quando casos como o de Gugu Liberato acontecem. O famoso apresentador de TV morreu aos 60 anos, após um acidente quase doméstico. Ele foi consertar o ar-condicionado em sua casa, nos Estados Unidos. Pisou em falso na estrutura de gesso e não resistiu aos cerca de quatro metros de altura.

Este é o caso mais recente. E chama a atenção principalmente por ser um grande artista tão jovem, tão próximo de todos os brasileiros, reconhecido pela generosidade e carinho que ele tinha com colegas, amigos e público. Mas não é o único caso. No dia a dia a gente se depara com tantas situações em que pessoas tão ou mais jovens que Gugu perdem a vida inesperadamente por motivos corriqueiros.

E por que esse texto? Simples: é impossível não refletirmos sobre como a vida é curta e deixamos de fazer muita coisa, sempre pensando em deixar para depois. Deveríamos aproveitar mais nossa rápida passagem por aqui. Nosso tempo pela Terra é ínfimo perto da “Idade do Mundo”. Ele mal nos vê passar, mas a gente tem uma preciosa chance de aproveitar esta oportunidade.

É claro, temos responsabilidades. E conscientes disso, nos deparamos com a dúvida: aproveitar ou pensar no futuro. O problema é que temos pensando muito no depois e esquecido de viver. Fazer viagens, sair com amigos, rir, beber, comer, conhecer, discutir, defender, perdoar, se perdoar. Brigas, preocupações, estresse por pequenas coisas, detalhes bobos que nos atrapalhar de sermos protagonistas de nossa própria vida.

É incrível como percebemos isso tarde. Li em alguma entrevista que o Gugu se atentou para isso nos últimos anos. Viveu pela profissão e alcançou o grande sucesso, trabalhou intensamente, como todos nós, deixando um pouco de lado a oportunidade de aproveitar esse presente que temos que é estarmos aqui. Mas, recentemente, ele mudou. Optou por aproveitar mais a vida, estar mais próximo da família, diminuir o ritmo, curtir as pessoas e os lugares que gosta.

Dá tempo de a gente mudar também, pensar dessa forma. É difícil? A vida é sofrida? Mas o que vamos levar depois de tudo? Materialidade ou experiências e sentimentos? É importante essa reflexão. Essa mudança faz bem até mesmo para nossa saúde e bem-estar. Não vamos deixar que a vida passe e a gente a veja de longe.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

17

Jan
Luan de Bortoli

Avante, Concórdia

Boas notícias no que diz respeito a infraestrutura concordiense nos últimos dias. São novidades que, em sua maioria, apontam para aquilo que sempre se espera de uma cidade, mas que nem sempre ocorre: o crescimento. Trata-se de visão de futuro para o...

Leia mais

10

Jan
Luan de Bortoli

​O risco iminente da dengue em Concórdia. Está na hora de nos preocuparmos mais

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 Achou...

Leia mais

03

Jan
Luan de Bortoli

​Queremos uma equação justa para os combustíveis

Contrariando o consumidor, o preço da gasolina (etanol e até o diesel) não para de subir nos últimos tempos em todo o país. A previsão era que em 2019, diferente do que ocorreu em 2018, o preço do produto seria de estabilidade ou baixa. Isso não...

Leia mais

27

Dez
Luan de Bortoli

Marcas do que se foi… (que ano louco, hein?)

O ano de 2019 está chegando ao fim. Para muitos, é um finalmente. Para muitos, é um período que não deixará saudade. Para muitos, é um ano considerado dos piores – pela intensidade de acontecimentos negativos. E não dá pra discordar, afinal, as...

Leia mais

20

Dez
Luan de Bortoli

​Será que agora vai?

Depois da polêmica envolvendo o governador de Santa Catarina e a SC-283, rodovia bastante importante que começa em Concórdia e se estende por várias cidades até Mondaí, um aceno positivo ocorreu nesta semana e deixa a população regional com esperança...

Leia mais