Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

LUAN DE BORTOLI




​Queremos uma equação justa para os combustíveis

Governo prometeu, mas preço não diminuiu.
Adicionado em 03/01/2020 às 09:08:37

Contrariando o consumidor, o preço da gasolina (etanol e até o diesel) não para de subir nos últimos tempos em todo o país. A previsão era que em 2019, diferente do que ocorreu em 2018, o preço do produto seria de estabilidade ou baixa. Isso não aconteceu. No segundo semestre, subiu bastante.

Sabemos, e é fato, que em 2018, o preço da gasolina, especialmente, subiu fortemente, foi um dos piores períodos em termos de alta. Naquela época, o dólar também estava em alta, e o país vivia a imprevisibilidade em relação ao cenário político, afinal, era período de eleição. Este foi, inclusive, um assunto muito usado por alguns candidatos. Se prometia, como se fosse algo fácil, a baixa do preço.

Aconteceu que ocorreu o contrário. Depois de rápidas quedas, o preço voltou a subir. Isso ocorre porque a Petrobrás pratica o preço equiparado ao cenário internacional. Se sobe lá, sobe cá também. Esta nova política de preços não consegue ter interferência política, configurando que os candidatos apenas se aproveitavam da situação.

O problema é que, claro, quando se aumenta o preço do combustível lá na refinaria, as distribuidoras também recebem este aumento, que passam para os postos, que, por sua vez, não querem arcar sozinhos com isso, e acabam aplicando na ponta final, o consumidor. E esse não tem muito o que fazer.

A média da gasolina, por exemplo, em 2019, será apenas nove centavos a menos do que a média em 2018, isso em Concórdia, aponta uma tendência. Os números deverão se confirmar na próxima semana. Apesar de uma baixa, ainda é um valor bastante alto em relação há anos anteriores.

É preciso que se encontre uma equação justa. Não dá para o consumidor sofrer semana após semana com estas altas. Nem estou falando que os postos devem arcar sozinhos com os aumentos. Mas é preciso que governo e Petrobrás também se preocupem com isso. Quem tem o poder em suas mãos precisa urgentemente agir – pois o preço do combustível cresce mais do que o aumento que a população vem recebendo. 

Bônus:

E fiquem atentos: o ataque dos Estados Unidos ao Iraque, entre esta quinta (02) e sexta-feira (03), que resultou na morte de um general e em uma iminente retaliação por parte daquele governo, deverá ter vários reflexos, entre eles, o preço do combustível, que poderá passar por altas em breve.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

14

Fev
Luan de Bortoli

​Por falta de aviso não foi

Demorou, mas ela chegou. Habemus dengue em Concórdia. São dois casos confirmados (pelo menos até esta quinta-feira, dia 13). Um caso é importado. Ou seja, o morador foi infectado pelo vírus fora do município (em Mato Grosso do Sul). O outro, aí um...

Leia mais

07

Fev
Luan de Bortoli

Sobre Concórdia já não ser a mesma e a sociedade que nos tornamos

 O mês de fevereiro já começa com uma triste estatística em Concórdia. Em quatro dias, foram três tentativas de homicídio no município. É, sim, um início de ano violento. O caso que mais chamou a atenção foi o da última terça, quando uma mulher...

Leia mais

31

Jan
Luan de Bortoli

​Lixo no lixo; mas às vezes não

É um problema recorrente e parece que nunca vai mudar. Não é exclusividade de Concórdia, mas vamos focar por aqui. Vez ou outra, vai ano e vem ano, a situação volta a incomodar. Estou falando do descarte incorreto de lixo no município. É um problema...

Leia mais

24

Jan
Luan de Bortoli

Mais reconhecimento aos protetores de animais

Como jornalista, há anos acompanho a causa dos protetores de animais abandonados em Concórdia. Antes, o município contava com apenas uma entidade. Hoje, além da ConAnimal, existe a AMA Palmira Gobbi. São grupos que se preocupam com espécies que são,...

Leia mais

17

Jan
Luan de Bortoli

Avante, Concórdia

Boas notícias no que diz respeito a infraestrutura concordiense nos últimos dias. São novidades que, em sua maioria, apontam para aquilo que sempre se espera de uma cidade, mas que nem sempre ocorre: o crescimento. Trata-se de visão de futuro para o...

Leia mais