Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

MARCOS FEIJÓ



Radiojornalista
Marcos Roberto Andriatta Feijó, 49 anos de idade - Natural: Porto Alegre. Radiojornalista (curso superior sequencial/UNC Concórdia) 31 anos de profissão. Narrador esportivo




TWITTER: @MarcosRFeijo - SIGA
Adicionado em 18/04/2019 às 13:57:07

Ninguém fala nada otimista sobre a revitalização da SC 283 entre Concórdia e Chapecó. Ao menos o Governo do Estado é sincero ao afirmar que...não há nada de concreto.


@MarcosRFeijo


Gremistas, comemorem. Invicto e com apenas 1 gol sofrido. O Campeonato Gaúcho ficou com quem tinha que ficar.


@MarcosRFeijo

Ótimo, Chapecoense . Rumo às oitavas da Copa do Brasil. Não foi uma vitória qualquer contra o Corinthians.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

25

Fev
Marcos Feijó

Integração necessária

Não sei se é uma questão de sensação ou constatação, mas não deixarei de escrever. Quando vou a Chapecó, e por lá circulo bastante, noto que há uma convivência social dos estrangeiros bem maior do que em Concórdia. Talvez por haver mais espaços...

Leia mais

18

Fev
Marcos Feijó

É uma luta diária

Volto a escrever sobre este assunto, exatamente porque o teor dele é exatamente a “insistência”.  Concórdia conseguiu uma educação nas faixas de pedestre que inveja a maioria dos municípios do Brasil. Acontece que não é assim: conquistou algo e...

Leia mais

11

Fev
Marcos Feijó

“Anti Grenal” em Concórdia ainda não dá

O assunto é pertinente, mas complexo. Observo movimento, e isso acontece quando há o lampejo do Concórdia Atlético Clube desfilando na primeira divisão do Estado, em favor do “anti Grenal” no Estádio Municipal. Para quem não sabe do que se trata, o...

Leia mais

04

Fev
Marcos Feijó

Dois mundos

Se é difícil, muitas vezes, nas nossas cidades pequenas e médias, convivermos com uma ou outra injustiça, falta de infraestrutura ou imagens ruins para olhos e mentes, imaginem o dia a dia e a convivência numa metrópole. Estive por alguns dias em...

Leia mais

14

Jan
Marcos Feijó

Coisas que não podem faltar!

Já deixo claro na largada: não é sobre gestão “x” ou “y” esse meu comentário.  Medicamentos não podem faltar. E é simples assim. NÃO! Sem entrar em questões burocráticas quanto ao trâmite da União, Estados e Municípios, que realmente existem:...

Leia mais