Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

MARCOS FEIJÓ



Radiojornalista
Marcos Roberto Andriatta Feijó, 49 anos de idade - Natural: Porto Alegre. Radiojornalista (curso superior sequencial/UNC Concórdia) 31 anos de profissão. Narrador esportivo




Dois mundos

Qual é a sua realidade?
Adicionado em 04/02/2020 às 13:57:32

Se é difícil, muitas vezes, nas nossas cidades pequenas e médias, convivermos com uma ou outra injustiça, falta de infraestrutura ou imagens ruins para olhos e mentes, imaginem o dia a dia e a convivência numa metrópole. Estive por alguns dias em Porto Alegre. Minha cidade natal. Aqui escreverei de extremos em relação, claro, à proporção. Nas cidades da nossa região temos mais coisas boas no dia a dia e poucas, porém preocupantes, coisas ruins. Pense, agora, no contrário, quanto a uma selva de pedra: mais coisas ruins para os olhos e a mente e poucas coisas boas, poucas evoluções. 

Em Porto Alegre, por exemplo, milhares de pessoas no serviço informal. A cada esquina “se viram” vendendo de tudo. O mais comum é a venda de água gelada passando por pano de prato e até uma rápida limpeza no para-brisa. Drogados perambulando, então, são centenas e centenas. “Zumbis” doentes, sendo que a maioria não virará a próxima noite. 

E sobre infraestrutura na capital gaúcha, há uma ou outra obra em pontos bem específicos. Mas num todo, porém, na maioria dos bairros, a falta de zelo, de coisas necessárias, fugiu de qualquer controle. 

Então, amigos e amigas, em poucos quilômetros de distância, temos dois mundos. Evidente que há os de lá que jamais se adaptariam aqui e os daqui que jamais se adaptariam lá. Ou seja, as pessoas fazem o seu lugar, a sua vida. Acontece que não há comparação do dia a dia.  Para finalizar, cito um quesito mínimo, mas relevante: você que reclama do trânsito daqui, não “sobreviveria” lá. 

De qualquer forma, que cada um seja feliz no seu quadradinho ou no seu quadradão. 

(twitter: @MarcosRFeijó) 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

24

Mar
Marcos Feijó

Vamos nos reinventar!

Por linhas tortas, bem tortas, creio que iremos nos reinventar. Aqui não escrevo sobre economia e tal, pois não é minha área e os impactos serão enormes. Escrevo sobre relações. Ora! Vizinhos que jamais conversaram em corredores, elevadores, ruas e...

Leia mais

17

Mar
Marcos Feijó

Dá pena do Galo

Putz! Acabou o turno do Campeonato Catarinense e nenhum jogo do Concórdia passou na TV aberta. Nove partidas e nada. Desculpa o trocadilho, mas: da pena do Galo! Passaram até jogos menos importantes e o Concórdia Atlético Clube ficou de fora: contra...

Leia mais

10

Mar
Marcos Feijó

Duas rodas e poucas ações

Tem alguém fazendo algo, de fato, para a diminuição URGENTE dos acidentes envolvendo motos em Concórdia? Faço tal pergunta sem, e não há mesmo necessidade de esmiuçar, escrever que a culpa dos acidentes é de um ou de outro. Neste caso do considerável...

Leia mais

03

Mar
Marcos Feijó

Precisamos de antecipações

Um cidadão me pediu dias destes, e eu achei que teria a resposta prática na ponta da língua, mas preferi não declarar nada a ele: por que não aproveitam a fase de estiagem, quando o rio dos Queimados e seus afluentes, em Concórdia, ou rio de qualquer...

Leia mais

25

Fev
Marcos Feijó

Integração necessária

Não sei se é uma questão de sensação ou constatação, mas não deixarei de escrever. Quando vou a Chapecó, e por lá circulo bastante, noto que há uma convivência social dos estrangeiros bem maior do que em Concórdia. Talvez por haver mais espaços...

Leia mais