Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

PAULO GONÇALVES



Jornalista
Paulo Sérgio Gonçalves, radialista e jornalista. Formado em Letras Português/Inglês pela Unoesc/Joaçaba, Pós-graduado em Comunicação, Informação e Cultura pela UnC-Concórdia e formado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela UnC-Concórdia.




A Prisão de João Rodrigues
Adicionado em 08/02/2018 às 09:08:44

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta quinta-feira (8) o deputado federal João Rodrigues (PSD) no aeroporto de Guarulhos. O deputado voltava de viagem aos Estados Unidos.

Na terça-feira (6), o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a execução imediata de pena do parlamentar, condenado a cinco anos e três meses de reclusão em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação.

O advogado de defesa do deputado, Marlon Bertol, acredita na reversão do caso mesmo com a prisão. "Vamos resolver insistindo na tese de que a prescrição ocorreu em 18 de dezembro. Temos dois votos neste sentido. Nos embargos de declaração explicaremos melhor a tese da prescrição e acredito teremos ao menos mais um voto pela prescrição e tudo estará resolvido. O triste é que até julgar estes embargos, João vai estar detido", disse.

João Rodrigues foi condenado em 2009 pelo TRF-4, em Porto Alegre (RS). À época, ele era prefeito de Chapecó (SC) e por isso foi julgado diretamente na segunda instância da Justiça. A acusação, no entanto, refere-se a fatos ocorridos em 1999, quando ele exerceu por 30 dias o cargo de prefeito interino de Pinhalzinho (SC).

Em vídeo divulgado na madrugada desta quinta-feira (8), o deputado afirma que irá reverter a situação e que partiria de Orlando para o Paraguai. A gravação foi encaminhada ao G1 pela defesa do deputado.

Sem entrar no mérito do caso, a condenação de João Rodrigues reforça os cuidados que os prefeitos precisam ter, especialmente com os processos licitatórios. Qualquer deslize pode ser comprometedor. Por isso, os prefeitos precisam fazer tudo (exatamente tudo) como versa a Lei de Responsabilidade Fiscal. A Lei é clara e não há concessões. No caso de João Rodrigues, um político que construiu uma carreira sólida, tendo sido prefeito de Pinhalzinho, prefeito de Chapecó, deputado estadual, deputado federal e secretário da agricultura, uma prisão pode representar o fim de uma trajetória política. O próprio João Rodrigues já se manifestou neste aspecto. Quanto à candidatura a governador, tudo indica que Rodrigues esteja fora do páreo, deixando o caminho livre para que Gelson Merisio seja o candidato do PSD.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

14

Out
Paulo Gonçalves

Agressão ao Meio Ambiente

O depósito irregular de lixo às margens de rodovias ou em terrenos baldios é mais uma agressão ao meio ambiente. Fatos dessa natureza têm sido comuns na região. Frequentemente, os órgãos ambientais flagram o acúmulo de lixo em locais...

Leia mais

07

Out
Paulo Gonçalves

A busca de uma solução para o IML de Concórdia

Na semana passada, comentei sobre a demora para uma solução no caso da estutura do Instituto Médico Legal de Concórdia (IML). Uma equipe do IML esteve em Concórdia, mas ainda não divulgou prazos para que as tão necessárias reformas sejam feitas. No...

Leia mais

30

Set
Paulo Gonçalves

Exposições fomentam o desenvolvimento da região

Os municípios da região estão empenhados na realização de suas exposições. Recentemente, Concórdia e Peritiba promoveram seus eventos com muito sucesso. A partir do próximo fim de semana, será a vez de Ipira. Eventos como esses necessitam de...

Leia mais

28

Set
Paulo Gonçalves

A inspiradora história da torcedora que ganhou o Prêmio FIFA

A história da mãe, que ganhou o Prêmio FIFA de melhor torcedora, é comovente e inspiradora por diversos fatores. O maior de todos, sem dúvida, é a demonstração dessa imensidão que é o amor de uma mãe por um filho.  Só para lembrar, a...

Leia mais

23

Set
Paulo Gonçalves

Trânsito: Precisamos de mais educação e mais gentileza

O cotidiano das pessoas está cada vez mais acelerado. A correria do dia a dia é intensa e, com isso, as tensões também aumentam. O excesso de compromissos faz com que o nosso tempo fique cada vez mais escasso e todo esse acúmulo de funções e...

Leia mais