Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

PAULO GONÇALVES



Jornalista
Paulo Sérgio Gonçalves, radialista e jornalista. Formado em Letras Português/Inglês pela Unoesc/Joaçaba, Pós-graduado em Comunicação, Informação e Cultura pela UnC-Concórdia e formado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela UnC-Concórdia.




Nunca estivemos tão próximos e, ao mesmo tempo, tão afastados

O avanço do Coronavírus reaproxima as pessoas, mas, de certo modo, as separa.
Adicionado em 23/03/2020 às 13:13:54

Nesses tempos em que o mundo digital tem predominado em diversas esferas, nunca estivemos tão próximos uns dos outros. Em apenas um clique, temos a possibilidade de nos conectar com o mundo. Mas essa não é uma realidade que se restringe ao campo digital.

Se analisamos o avanço do Coronavírus pelo mundo, perceberemos que uma pandemia pode mudar a nossa rotina de forma avassaladora. Quem imaginaria que um vírus que começou a vitimar os chineses poderia chegar tão rapidamente e com tamanho impacto no Brasil.

Estamos distantes (geograficamente) da China, porém, ao mesmo tempo, estamos próximos. Um problema que afeta o outro lado do mundo, pode nos afetar num curto espaço de tempo, mudando nossas atitudes e comportamentos.

Numa outra analogia, nunca estivemos tão próximos uns dos outros e, ao mesmo tempo, tão afastados. Trocamos o abraço, o cumprimento com as mãos por um simples gesto de inclinar a cabeça e, assim, estendermos nossos  cumprimentos a um conhecido.

Estamos perto e, ao mesmo tempo, distantes de nossos familiares. Mesmo que desejarmos visitar um irmão, um tio, os avós e até nossos pais, neste momento, isso não é recomendável, mesmo que esses familiares residam na mesma cidade.

Esse episódio do Coronavírus tem transformado nossas vidas. Ele nos traz aprendizados e nos mostra que precisamos cumprir protocolos. Nos ensina que nossas atitudes individuais impactam na vida dos outros. Que precisamos ser mais solidários. Que jamais devemos menosprezar ou duvidar daquilo que os especialistas dizem, afinal, eles estudaram e pesquisaram profundamente, antes de chegarem a uma conclusão sobre determinado tema.

Se não podemos, neste momento, estarmos juntos fisicamente ou geograficamente, pois que estejamos juntos nas intenções. Precisamos seguir as orientações dos órgãos de saúde, mesmo que tudo isso nos incomode, nos perturbe. Não é hora de nos darmos as mãos, mas é hora de, simbolicamente, unirmos nossos corações para evitar que o Coronavírus se propague. Por fim, é um momento que todos precisam cuidar de todos.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

01

Jun
Paulo Gonçalves

Ele está de volta. Com muita história para contar

A melhor notícia deste início de semana foi o retorno do colega Ederson Vilas Bôas ao trabalho. O nosso colega "Vidão", como é conhecido, é um excelente profissional e, sobretudo, uma pessoa do bem. O Vidão foi sempre muito cuidadoso com essa questão...

Leia mais

25

Mai
Paulo Gonçalves

Eleições 2020 devem ficar para dezembro

Há uma forte possibilidade de que as Eleições 2020 sejam adiadas de outubro para dezembro. A proposta está em debate e poderá ser aprovada. Isso significa que os partidos políticos terão mais tempo para estruturarem suas campanhas. O adiamento das...

Leia mais

18

Mai
Paulo Gonçalves

O que precisamos é de mais leveza

Ainda estamos num ponto crítico de uma pandemia mundial. É um momento em que nossa carga emotiva está em altíssimo nível. A saudade de abraçar ou simplesmente estar próximos das pessoas que amamos e de nossos amigos começa a apertar mais. Não sabemos...

Leia mais

11

Mai
Paulo Gonçalves

Não ao negativismo

Quando nos deparamos com os números do Coronavírus, ficamos mais apreensivos e angustiados. As estatísticas nos assustam, pois estamos num momento em que os casos estão se acentuando.  É difícil tratar sobre o assunto e não citar os números....

Leia mais

04

Mai
Paulo Gonçalves

​Higienizar, esterilizar, desinfectar, sanitizar...

As quatro palavras citadas no título desse comentário nunca estiveram tão presentes no nosso dia a dia como agora, com o advento do Coronavírus.  Cada vez mais as empresas, os órgãos públicos e os cidadãos estão ampliando seus cuidados para...

Leia mais