Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

PAULO GONÇALVES



Jornalista
Paulo Sérgio Gonçalves, radialista e jornalista. Formado em Letras Português/Inglês pela Unoesc/Joaçaba, Pós-graduado em Comunicação, Informação e Cultura pela UnC-Concórdia e formado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela UnC-Concórdia.




As divergências entre o Decreto Municipal e o Decreto Estadual

Município manteve o atendimento do transporte coletivo urbano.
Adicionado em 03/08/2020 às 12:59:02

Os concordienses começaram a semana sem saber se seriam atendidos ou não pelo transporte coletivo urbano. A Administração Municipal emitiu um Decreto na semana passada, reduzindo de 50% para 35% a capacidade de ocupação dos ônibus. Todavia, o Governo do Estado, em seu Decreto, proíbe a operacionalização do transporte nos municípios que estiverem na área considerada de risco gravíssimo para o coronavírus.

Concórdia tem sido uma referência estadual nas medidas de combate à pandemia. Por esse motivo, tem recebido pacientes de outros municípios. Justamente por isso, a UTI, que trata pacientes com Coronavírus, praticamente lotou na semana passada e isso fez com que Concórdia, que vinha controlando bem a propagação do vírus, também fosse considerada área de risco gravíssimo.

Ainda no mês de junho, o Governo de Santa Catarina havia emitido um decreto adotando um modelo de regionalização, possibilitando que, cada município, definisse as restrições de atendimentos, de acordo com a realidade de cada região. Portanto, neste aspecto, a decisão da Administração Municipal de manter o atendimento parcial do transporte coletivo está absolutamente fundamentada.

É preciso que o Governo do Estado não apenas elogie a postura que Concórdia tem tido frente à pandemia, mas que reconheça que o município tem todas as condições de estabelecer as suas restrições, considerando os avanços que têm tido até aqui. A decisão de não seguir à risca do Decreto do Governo Estadual é mais uma decisão acertada por parte do Governo Municipal.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

21

Set
Paulo Gonçalves

Quatro candidatos medem forças em Concórdia

Uma Eleição com quatro candidatos. Esse é o cenário para Pleito Municipal de Concórdia em 2020. A confirmação da candidatura de Hercilio Paraguassu de Freitas, como candidato do MDB, dá um desfecho às tratativas do período pré-eleitoral. O MDB...

Leia mais

14

Set
Paulo Gonçalves

Semana decisiva para PT, PDT, MDB e PSD em Concórdia

 A semana que inicia é decisiva para as Eleições Municipais. Nesta quarta-feira, dia 16, é o último prazo para as convenções partidárias. Em Concórdia, duas chapas majoritárias já estão aprovadas nas convenções: Rogério Pacheco (PSDB) e Edilson...

Leia mais

08

Set
Paulo Gonçalves

Uma eleição mais discreta, com menos gritaria

Estamos ainda diante de uma pandemia e as Eleições Municipais que se avizinham serão diferentes das demais. A começar pelos preparativos. Neste momento, os partidos enfrentam dificuldades para realizar reuniões presenciais, portanto, a maioria desses...

Leia mais

31

Ago
Paulo Gonçalves

Candidatos com histórico e candidatos por oportunismo?

Desde o fim de semana que passou, aumentou consideravelmente o número de lideranças locais e até mesmo anônimos, que confirmaram suas candidaturas a vereador nas redes sociais. Nos últimos anos, tem sido uma tendência do eleitor optar por...

Leia mais

24

Ago
Paulo Gonçalves

Pacheco X Pegoraro: A tendência é de uma disputa polarizada em Concórdia, mas novidades podem acontecer

Iniciamos uma semana que promete ser decisiva para as tratativas sobre as Eleições 2020. Dia 31 de agosto, inicia o prazo para as convenções, que homologarão os candidatos a prefeito, vice-prefeitos e vereadores. Em Concórdia, está muito bem...

Leia mais