Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




Por cima
Adicionado em 28/02/2018 às 07:59:04

O jogo contra a Chapecoense demonstrou mais uma fez a deficiência do Galo do Oeste nas bolas paradas, principalmente de jogada aérea. O primeiro gol foi marcado por Amaral, que tem 1,82 m, menor do que Lacerda com 1,86 m, Márcio que tem 1,88 m, Gelson de 1,89 m. Não que seja impossível, mas um atleta menor dos que estão dentro da área não pode ter a facilidade de testar como o Amaral teve. Mas isso não é de hoje, pois com Sergipano, que tem 1,89 m, também em campo a equipe tomou vários gols de bola parada. Então não é falta de atletas altos, mas de posicionamento e atenção.

E agora?

Agora chegamos a um momento que não nos permite mais erros. Neste sábado contra o Criciúma será uma partida daquelas consideradas “batalha”. Tanto Concórdia, quanto Criciúma estão pressionados e só a vitória interessa para ambos. O Galo do Oeste já está a quatro jogos sem vencer, foram três derrotas e um empate neste período. Além do mais, é a segunda equipe que mais perdeu no campeonato, foram seis derrotas, uma a menos que o Inter de Lages, o lanterna da competição. Temos a segunda defesa mais vazada, com 18 gols sofridos. O fato ruim é que até pouco tínhamos um dos melhores ataques e acabamos diminuindo o aproveitamento.

Demissão?

Durante a derrota para a Chapecoense e após a partida, alguns torcedores citaram que “está na hora de trocar de treinador”. Eu, sinceramente, acredito que não. O Mauro Ovelha é um dos melhores técnicos do Estado e trocar agora, numa semana decisiva, é temeroso. Claro que ele deve estar pressionado, mas no mercado, técnicos melhores que ele se encontra, mas por R$ 40, R$ 50 mil reais por mês e isso a direção nem cogita pagar. Veja o exemplo do Criciúma, contratou Argel Fucks, treinador conhecido, de uns R$ 100 mil por mês e foi expulso com 25 minutos de jogo. Não poderá ficar no banco contra o Concórdia.

Resultados

Claro que técnico vive de resultados, até porque Mauro Ovelha acumula seis derrotas e apenas três vitórias. O aproveitamento é baixo. Mas lembrem que em 2010 foi demitido Luiz Müller e trazido Amauri Knevitz e de nada adiantou. Os jogadores é quem tem que mudar as atitudes, tem que se entregar mais, alguns deixar as atividades extracampo um pouco de lado e focar. São mais oito rodadas apenas. Mas oito rodadas que valem muito para o clube e que, com certeza, individualmente ninguém vai querer ter no currículo um rebaixamento. Estou certo? Então vamos trabalhar moçada e deixar a diversão pra depois do dia 1º de abril.

Centroavante

Não sei até que ponto adianta, agora, contratar um centroavante. Claro que essa é uma necessidade eminente, fica notória a falta de um homem de área. Quando os laterais chegam para o cruzamento e fazem o cruzamento não tem a referência atrapalhando os zagueiros. Mas por outro lado, o atleta vai chegar, tem que ambientar, tem que treinar, se entrosar. E quem garante que vingará? São poucos os atletas que chegam num dia e fazem chover no seguinte.

Tabela

Saiu a tabela da Copa CDL. Analisando os grupos e as rodadas, está tudo muito parelho e teremos partidas interessantíssimas. Tanto a Pisocenter, quanto o Broetto, campeão e vice do ano passado, respectivamente, ficaram em grupos com equipes difíceis. E mais, dependendo do decorrer da competição podem se enfrentar antes de uma final. Mas independente, parabéns a organização e as empresas que participam de mais uma edição. Uma menção a APACA, que colocará a garotada pra atuar nos dias de jogos.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

04

Jun
Ederson Vilas Boas

​Vai Passar… Tudo vai passar

Cada dia que vejo o número de curados da Covid-19, em Concórdia, eu comemoro. Muito por ter passado por essa temível doença. Por saber a dificuldade que é a recuperação. Hoje, o município tem 867 curados e isso é magnífico. Nos últimos três dias...

Leia mais

14

Mai
Ederson Vilas Boas

​O apoio aos doentes e sintomáticos é fundamental tanto quanto remédio

Não sei nem como iniciar o texto de hoje. Os últimos dias têm sido punk. Não estão sendo fáceis! O afastamento, o isolamento é até mais pesado que os sintomas da doença e a recuperação. Mas o que nos ajuda e nos faz voltar para o caminho é a força...

Leia mais

07

Mai
Ederson Vilas Boas

​Com muito cuidado, vamos nos cuidando

Como é difícil tudo isso! Como está complicada essa relação diária, falo em todos as situações. Falo sobre a pandemia do Coronavírus. Não sabemos o que pensar e quando se pensa, não temos noção de como fazer. O que estou escrevendo parece tudo sem...

Leia mais

23

Abr
Ederson Vilas Boas

​Agora é hora de salvar pessoas. Deixe a política para mais tarde

Poucas vezes escrevi sobre política e vocês, que me acompanham, pouco irão ler essa temática no meu blog ou nas redes sociais. Eu trabalho com pessoas, eu conheço pessoas e sei que as vezes falar sobre isso, será como bater em ponta de faca, ou...

Leia mais

16

Abr
Ederson Vilas Boas

Que falta faz um sorriso

Circulando nesta semana pelo centro da cidade, encontrei algumas pessoas conhecidas. E neste contato, de longe, claro, aconteceu o cumprimento cordial. Mas ele não foi igual. Infelizmente, nada está igual. Como é decepcionante não poder sorrir e...

Leia mais