Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




​VAR e as injustiças. Uma pena que ele não exista na vida real.

No futebol ele serve para tirar as dúvidas de lances importantes. No dia a dia também deveria existir.
Adicionado em 03/10/2019 às 07:29:58


Desde antes de ser implantado eu sou favorável ao VAR, o árbitro de vídeo. Sempre falei e continuo falando que ele é primordial para que as injustiças que vierem a ser cometidas dentro de campo, sejam recolocadas no seu lugar sem prejuízo a este ou aquele. No jogo do Grêmio de ontem, foi um exemplo. Foram três gols anulados. Dois deles com o uso do VAR. Não tivesse esse mecanismo, os gremistas nesta quinta-feira lamuriariam pelos lances que, pelo VAR, foram anulados de forma correta. Se não tivesse o mecanismo o placar seria Flamengo 3 x 1 e com um pé da vaga. Assim, com 1 a 1, volto a afirmar, de forma justa, a segunda partida está em aberta. Eu pergunto: “o árbitro de vídeo é ou não é importante”? Ou será que moralmente o torcedor gremista admite que perdeu a vaga pra final?

Então as pessoas, os torcedores, aqueles que só veem o que lhe interessa ou são “modinhas”, que vão no choro dos outros, tem de entender que o árbitro de vídeo está ali para coibir exageros, erros, suspeita de “ajuste de resultado”. Claro que aqui no Brasil, aqueles que ficam nos monitores ainda tem que aprender a interpretar e serem mais rápidos. Mesmo assim, a injustiça, no caso de ontem, foi corretamente colocada no lugar que deveria.

VAR na nossa vida

Como seria importante se essa tecnologia estivesse no nosso dia a dia. Pra mostrar numa discussão, por exemplo, como ela iniciou, quem está certo, quem está errado. Em um acidente quem cometeu o erro, num arrombamento, num assalto. Como seria importante se pudéssemos colocar o dedo em um botão e observar o que aconteceu de errado, foi desrespeitado.

Nós, seres humanos, quase sempre acreditamos que estamos certos, não cometemos erros, somos incontestáveis. Mas, somos passíveis de erro, principalmente quando não pensamos, vamos no impulso. Acredito que todos temos VAR dentro de nós e se eles tiverem preparados para fazer o bem, tratar todos com igualdade, talvez, a tecnologia que eu citei, não fosse necessária. Falo do cérebro e do coração. Se pensarmos dois segundos antes de fazer algo e tivermos o coração tranquilo, coisas ruins não aconteceriam.

Então use o seu VAR para ser justo, para ter amor e fazer o bem.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

10

Out
Ederson Vilas Boas

​Justa homenagem para Alexandre e Serginho

Nesta semana, os vereadores de Concórdia aprovaram a indicação dos técnicos Alexandre Schneider e Serginho Schiochet para receber o título de Cidadão Concordiense. Alexandre indicado pela bancada do PT e Serginho pela do PSDB. Eu valorizo todos os...

Leia mais

26

Set
Ederson Vilas Boas

​Mais atenção e menos pressa.

Inadmissível o que está acontecendo em Concórdia. São dezenas de acidentes toda a semana por aqui. A maioria envolvendo motocicleta. E a maioria por imprudência. Não todos por parte do motociclista e, sim, pelos motoristas dos veículos também. Mas...

Leia mais

19

Set
Ederson Vilas Boas

​Lições da vida que o Futebol nos mostra

A derrota do Internacional na noite de ontem, diante de mais de 50 mil pessoas, nos mostra que não existe vitória antes da luta. Essa história de “vamos fazer 3, 4, vamos ser campeões”, é oba-oba e não a realidade. O Colorado perdeu o...

Leia mais

12

Set
Ederson Vilas Boas

​A Expo e suas nuances. O tudo e o todo junto e misturado

Na última semana comentei aqui sobre as reclamações, muitas vezes desvirtuadas e injustas, mas que muitos fazem questão de desmerecer este ou aquele ponto. É normal do ser humano. Parece que seu ego só melhora, se reclama. Na Expo está sendo assim....

Leia mais

05

Set
Ederson Vilas Boas

​Concórdia perde mais uma. O que está faltando para gostarem mais da nossa cidade?

Sinceramente não sei o que está acontecendo com o velho Oeste catarinense! Me refiro, principalmente a nossa Concórdia. Tudo o que é pra vir pra cá, bate na trave e “reboteia” pra algum município da região. Um dia já perdemos a FATMA pra...

Leia mais