Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




​Galo do Oeste já começa vencendo a temporada

Equipe está fazendo pré-temporada fora de Concórdia e terá três amistosos na fase de preparação.
Adicionado em 05/12/2019 às 08:08:57

Faltam pouco mais de 40 dias para iniciar o Campeonato Catarinense da Série A e o Galo do Oeste já começa vencendo. Porque a afirmação? Porque vejo que a cada ano a direção está aprendendo a seguir os duros caminhos de um clube vencedor. Os comandantes cometeram erros em 2018 e o descenso ensinou muito. No ano seguinte veio a Série B e outros erros foram cometidos, que foram corrigidos com uma mudança corajosa, quando Celso Rodrigues entrou e conquistou novamente a vaga para a elite.

Agora, já se observa outras mudanças, para melhor, a começar pelo “engate” de alguns atletas. Moisés foi um exemplo disso. O atacante foi destaque na Série B e o clube demonstrou interesse em contar com ele no Catarinão e fez um contrato muito bem amarrado. Moisés foi emprestado ao Brusque para não ficar fora de atividade e destacou ainda mais. Tanto que o próprio time do Vale do Itajaí se interessou contratá-lo, mas esbarrou em uma poupuda cláusula de rescisória. Da mesma forma existem mais sondagens. Isso já mostra profissionalismo. Isso já é pensar pra frente, pensar grande, transformar o Galo em clube de primeira linha.

Outro ponto positivo pra esse profissionalismo é fazer uma pré-temporada com estrutura para os atletas. Claro que o torcedor talvez gostaria que fosse aqui em Concórdia, mas devido a colocação do novo gramado, ficou impossível. Mas analiso de forma positiva essas atividades fora daqui.

O Galo do Oeste já começa uma nova temporada ganhando um ponto. Agora vamos ver se isso se transforma em vantagem a partir do dia 22 de janeiro. Teremos, pelo menos, três jogos antes da competição e aí saberemos como se comportará o elenco que o Celso Rodrigues colocará em campo.

Claro que futebol é qualidade, mas se o atleta sentir que a estrutura que dão pra ele desempenhar o trabalho, não é boa, a coisa não anda. Tenho a impressão de que o Galo vai cantar forte em 2020. Claro, com o pé no chão, porque o objetivo é inicialmente, permanecer na Série A.

Foto: Ricardo Artifon/CAC





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

14

Mai
Ederson Vilas Boas

​O apoio aos doentes e sintomáticos é fundamental tanto quanto remédio

Não sei nem como iniciar o texto de hoje. Os últimos dias têm sido punk. Não estão sendo fáceis! O afastamento, o isolamento é até mais pesado que os sintomas da doença e a recuperação. Mas o que nos ajuda e nos faz voltar para o caminho é a força...

Leia mais

07

Mai
Ederson Vilas Boas

​Com muito cuidado, vamos nos cuidando

Como é difícil tudo isso! Como está complicada essa relação diária, falo em todos as situações. Falo sobre a pandemia do Coronavírus. Não sabemos o que pensar e quando se pensa, não temos noção de como fazer. O que estou escrevendo parece tudo sem...

Leia mais

23

Abr
Ederson Vilas Boas

​Agora é hora de salvar pessoas. Deixe a política para mais tarde

Poucas vezes escrevi sobre política e vocês, que me acompanham, pouco irão ler essa temática no meu blog ou nas redes sociais. Eu trabalho com pessoas, eu conheço pessoas e sei que as vezes falar sobre isso, será como bater em ponta de faca, ou...

Leia mais

16

Abr
Ederson Vilas Boas

Que falta faz um sorriso

Circulando nesta semana pelo centro da cidade, encontrei algumas pessoas conhecidas. E neste contato, de longe, claro, aconteceu o cumprimento cordial. Mas ele não foi igual. Infelizmente, nada está igual. Como é decepcionante não poder sorrir e...

Leia mais

09

Abr
Ederson Vilas Boas

Jornalista com orgulho

Nesta sema afoi o dia do Jornalista e eu quero agradecer a cada um que mandou mensagem. Foram dezenas. Estou na área desde 1993, quando cheguei a Rádio Rural para aprender na central técnica e fui contratado, pelo então, Clélio Dal Piaz. De lá em...

Leia mais