Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




​Adeus 2019. Venha com tudo 2020

Que as metas de todos sejam superadas neste ano.
Adicionado em 02/01/2020 às 08:15:03

Foi um 2019 intenso e será um 2020 intenso. A Rádio Rural, por exemplo, terá um ano importante, de migração do AM para o FM. Tem uma história rica e agora terá mais qualidade de som, indo para uma faixa qualificada e que o ouvinte não terá o problema da baixa de potência, que acontece diariamente e tem dificuldade para nos ouvir. Será um marco para o setor radiofônico concordisense. Vocês vão gostar.


Política

Entre outros assuntos, tivemos a política nacional como uma das principais editorias, com destaques positivos e negativos, na ótica de vista de cada um, seja com ou sem sigla partidária. E pensando já neste ano, para nós concordienses, será um 2020 movimentado. Começando com algumas mudanças importantes de partidos, pelo menos o que se comenta nos bastidores.

Nas eleições temos nomes como Rogério Pacheco, atual prefeito, João Girardi, ex-prefeito, Edilson Massocco, atual vice-prefeito, Mauro Fretta, Evandro Pegoraro, Rutinéia Rossi, Neuri Santhier, Cézar Luiz, que surgem como postulantes a concorrer a prefeito de Concórdia. Claro, estes nomes podem se unir ou nem concorrer, mas são tendências que surgem neste momento. Ainda neste mês alguns encaminhamentos serão definidos e saberemos já quem é quem na eleição de outubro.


Trânsito

São tantas editorias que poderemos destacar, no trânsito tivemos muitos acidentes. O trevão do Irani continuou fazendo suas vítimas. A nossa BR-153 também foi palco de mortes envolvendo veículos. Falando em Irani, foi um ano de alguns homicídios. Aqui em Concórdia, as estatísticas de acidentes só aumenta, principalmente envolvendo motocicleta. Está faltando paciência, consciência para entender que se atrasar 5 ou10 minutos é melhor do que perder um dia todo por causa de uma colisão. Falo em relação ao prejuízo financeiro, físico com a lesão, parte criminal que se caracteriza e mais uma infinidade de situações.


Mortes

Foi um ano de perda de pessoas conhecidas como Bodo Matter, que teve um infarto e faleceu de forma inesperada.

O empresário Odimar Roman, que pilotava uma aeronave e caiu próximo a região do Aeroporto Municipal.

Outro empresário que faleceu foi Ernani da Rosa, da Casa das melancias, que se envolveu em acidente de trânsito, na Tancredo Neves.

Quem nos deixou também foi Odilon Colla, ex-diretor da Rádio Rural, que estava com câncer. Realizou um trabalho importante na Sadia e aqui mesmo na Rádio Rural.

O Frei concordiense, Carlos Pierezan, que faleceu em Bragança Paulista, foi encontrado morto em seu quarto.

O ex-prefeito, advogado, José Plínio Garcia Pacheco, pai do prefeito Rogério Pacheco também nos deixou neste 2019. Pacheco estava com problemas de saúde, que se agravaram e não resistiu. Ele teve uma grande atuação na UnC/Concórdia, onde foi diretor presidente.

Outra morte sentida que teve destaque internacional foi do jornalista Rafael Henzel. Jogava futebol com amigos em Chapecó quando sofreu um infarto fulminante e não resistiu. Foi algo inesperado. Se a gente imaginar que o Rafael sobreviveu a um acidente aéreo e dois anos depois cai desfalecido jogando futebol? É para entender que devemos curtir a vida a todo momento.

Bom, foram muitas outras pessoas conhecidas que perderam a vida e citei apenas algumas como exemplo.


Saúde

Na saúde foi um ano preocupante com quase 500 focos do mosquito da dengue, fazendo que Concórdia seja um “polo” do mosquito transmissor da doença. Felizmente ainda não tivemos casos de dengue, caso contrário seria terrível. Está faltando mais atenção d população que está pensando que nada vai acontecer. Podem crer que vai, se você morador não pensar melhor nas suas condutas.

Tivemos casos de sarampo, uma doença que estava erradicada, mas que deixou mais de uma dezena de pacientes internados. Mais uma vez, as pessoas facilitaram e não acreditaram que a doença poderia deixar suas vítimas. O problema? - A falta de vacinação. A gripe A também fez vítimas na região e pessoas perderam a vida por causa da doença.


Esporte

Foi o ano do Flamengo que levou o Brasileirão e a Libertadores. Também o técnico Jorge Jesus, que mostrou para os demais treinadores que jogador que está bem, tem que jogar todas as partidas.

Mas foi um ano de tristeza pelo rebaixamento da Chapecoense que por falta de qualidade e problemas administrativos ficou em penúltimo lugar na classificação.

Os treinadores Serginho Schiochet e Alexandre Schneider escolhidos de forma justa com o título de Cidadão Concordiense. O Handebol ficou em terceiro na Liga Nacional e manteve a hegemonia Estadual nos JASC. O Futsal conquistou o bicampeonato no Sub-20 e ficou em último na Divisão Especial. O fato triste é que em 2020 a ACF não terá uma equipe adulta. triste demais isso, quando o torcedor tinha até a esperança de um retorno a Liga Nacional. Quro crer que o Futsal não morra, mas que está perdendo força, isso está.

Ano de 2019 em que nosso Galo do Oeste voltou a elite do Catarinense, com grande trabalho do técnico Celso Rodrigues. Outro que se destacou foi o atacante Moisés que encerrou o ano em alta, como artilheiro da Segundona e da Copa SC.

Nos preocupa o fato de ter perdido três jogos na fase de treinamento, mas conforme diretores do clube, o Concórdia vem forte para o Catarinense e os tropeços fazem parte da preparação.

Então, vamos em frente. Este será mais um ano intenso e eu te convido para acompanhar a gente nas transmissões esportivas, nos nossos programas jornalísticos e na programação que já está tendo algumas mudanças.



Abraço a todos e um bom ano. Saio de férias e retorno no dia 20 de janeiro. Até mais.


Foto: Elo7





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

04

Jun
Ederson Vilas Boas

​Vai Passar… Tudo vai passar

Cada dia que vejo o número de curados da Covid-19, em Concórdia, eu comemoro. Muito por ter passado por essa temível doença. Por saber a dificuldade que é a recuperação. Hoje, o município tem 867 curados e isso é magnífico. Nos últimos três dias...

Leia mais

14

Mai
Ederson Vilas Boas

​O apoio aos doentes e sintomáticos é fundamental tanto quanto remédio

Não sei nem como iniciar o texto de hoje. Os últimos dias têm sido punk. Não estão sendo fáceis! O afastamento, o isolamento é até mais pesado que os sintomas da doença e a recuperação. Mas o que nos ajuda e nos faz voltar para o caminho é a força...

Leia mais

07

Mai
Ederson Vilas Boas

​Com muito cuidado, vamos nos cuidando

Como é difícil tudo isso! Como está complicada essa relação diária, falo em todos as situações. Falo sobre a pandemia do Coronavírus. Não sabemos o que pensar e quando se pensa, não temos noção de como fazer. O que estou escrevendo parece tudo sem...

Leia mais

23

Abr
Ederson Vilas Boas

​Agora é hora de salvar pessoas. Deixe a política para mais tarde

Poucas vezes escrevi sobre política e vocês, que me acompanham, pouco irão ler essa temática no meu blog ou nas redes sociais. Eu trabalho com pessoas, eu conheço pessoas e sei que as vezes falar sobre isso, será como bater em ponta de faca, ou...

Leia mais

16

Abr
Ederson Vilas Boas

Que falta faz um sorriso

Circulando nesta semana pelo centro da cidade, encontrei algumas pessoas conhecidas. E neste contato, de longe, claro, aconteceu o cumprimento cordial. Mas ele não foi igual. Infelizmente, nada está igual. Como é decepcionante não poder sorrir e...

Leia mais