Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




​A Hashtag que nos emocionou

Homenagem à mãe de Concórdia que perdeu o filho, na última semana, mostrou que todas as mães choraram juntas.
Adicionado em 27/02/2020 às 07:10:58

Não teve como não se emocionar com as homenagens feitas nas redes sociais, desde a última sexta-feira, para os pais de Concórdia que perderam o filho de forma trágica, após se acidentar em um balanço, no parque infantil, no bairro Floresta. A cada mensagem que eu lia com a hashtag #Quando uma mãe perde um filho todas as mães choram, emocionava por entender o tamanho do amor e tudo o que representa o fato “mãe e filho”.

Claro que vários pais também choraram com a tragédia. Mas mãe e filho é uma história, uma cumplicidade que iniciou ainda no ventre, onde foram nove meses unidos, somente os dois, dia após dia, hora após hora.

Um diálogo, muitas vezes por sussurros de um filho agitado e de uma mãe temerosa querendo saber se está  tudo bem naquele lugar tão pequeno, tão apertado, mas ao mesmo tempo, tão seguro. Lá dentro não tem tempo ruim, violência, tristeza, coisas do nosso cotidiano. Lá tem amor… aconchego. Não que não tenha aqui do lado de fora, mas lá, a mãe se torna onipotente para o seu filho.

Eu perdi minha mãe há quase 30 anos e ainda sinto sua falta. Neste caso, mesmo tendo sido tão cedo, a situação seguiu o rumo normal da vida. Já, o caso do pequeno Lorenzo, a história dói mais porque a vida seguiu o rumo contrário. Mas como tenho comigo: “temos que entender os desígnios de Deus”, mesmo que não consigamos, pela forma como tudo aconteceu.

Conversava com um dos Bombeiros que atendeu o acidente, (quero aqui fazer uma confidência) e, este como pai, estava arrasado pela ocorrência ter tido um triste final. Nós Bombeiros quando saímos da corporação pedimos a Deus para que tudo dê certo e consigamos fazer um bom atendimento e salvar quem estiver em dificuldade para, na sequência, voltar bem, e atender uma próxima ocorrência, onde outro paciente venha a necessitar de nossos serviços.

A hashtag #Quando uma mãe perde um filho, todas as mães choram foi e será para sempre marcante, pois mostra a união de todas as progenitoras, por entenderem que o amor e a cumplicidade entre mãe e filho é de dois seres que se uniram, literalmente, de corpo e alma.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

26

Mar
Ederson Vilas Boas

​O tempo do Decreto nos fez bem

Vou falar do Coronavírus, mas prefiro não entrar em bola dividida sobre política ou do que pode ou não atender. Prefiro falar sobre a vida, num momento que muitos estão com medo de perdê-la. É difícil lidar com algo que a gente não vê. Só sabemos...

Leia mais

19

Mar
Ederson Vilas Boas

​Inacreditável

Nos meus mais de 40 anos de vida e mais de 20 militando na imprensa, não imaginaria, um dia, ver a cidade, num dia que seria normal, com o comércio fechado. Sem ninguém. As ruas hoje pela manhã estavam desertas. Claro, sem o trânsito normal de uma...

Leia mais

12

Mar
Ederson Vilas Boas

​Chegou a hora do Galo cantar e permanecer na Série A

Quero falar hoje de esporte, sair um pouco do lado “romântico” e falar no que eu mais entendo. Na verdade escrevo outros temas, porque quando meus dedos ficam nervosos no computador e o “Tico e o Teco” funcionam eu gosto de escrever. Mas o esporte é...

Leia mais

05

Mar
Ederson Vilas Boas

​Todos os dias devemos reverenciar a Mulher

Quando era criança ouvia a frase: “Em mulher não se bate nem com uma flor”. Infelizmente não é isso que acontece hoje em dia e, aquela frase, ficou para trás, mesmo não devendo ser. Nos últimos tempos, nós que trabalhamos com notícias,...

Leia mais

13

Fev
Ederson Vilas Boas

​Temos a nossa hora... nosso minuto... nosso segundo

Não gosto muito de misturar religião nos meus comentários, pois tem pessoas que não absorvem bem o tema e gera conflitos de opinião. Mas eu acredito em milagre. Tenho a certeza que temos nossa hora, nosso minuto e nosso segundo nesse plano...

Leia mais