Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




​Chegou a hora do Galo cantar e permanecer na Série A

Jogo decisivo, o mais importante do ano, acontece neste domingo, às 16h, em Concórdia.
Adicionado em 12/03/2020 às 10:42:56

Quero falar hoje de esporte, sair um pouco do lado “romântico” e falar no que eu mais entendo. Na verdade escrevo outros temas, porque quando meus dedos ficam nervosos no computador e o “Tico e o Teco” funcionam eu gosto de escrever. Mas o esporte é minha paixão e todos sabem.

Fui daquelas crianças que, a primeira coisa que ganhou, foi uma bola e o carinho pelo esporte e o futebol vem desde lá. Já joguei bola no gramado de casa sendo Pelé, Careca, Romário, Zico e fazia gol imitando eles. Escrevo isso, porque as crianças se espelham em ídolos e, talvez estes não saibam o quanto são importantes. O quanto uma vitória significa para um jovem e o quão também é doloroso para estes, quando os seus atletas favoritos perdem um título, um jogo.

Nesse sentido eu quero lembrar a cada atleta do Concórdia Atlético Clube o quanto será importante o jogo deste domingo e o tamanho da necessidade de vencê-lo. Claro que temos que ter um resultado paralelo para que o objetivo da permanência na Série A se concretize, mas os olhos das crianças estarão voltados para o campo. Para estes jogadores que muitos se espelham, que assistem os treinos e imaginam um dia estar aí, para os olhos de milhares de pessoas que os estão assistindo.

Além disso, esse é o sonho de cada dirigente, de cada torcedor, de cada profissional que sobrevive do esporte, do futebol. A permanência é uma necessidade para que o projeto do Galo do Oeste se fortaleça em 2021. Cada atleta terá que dar, neste domingo, 110%, para que a vitória possa vir com um gol nem que seja de b…. Quem nunca ouviu essa expressão? E é simples assim, a vitória nem que seja magrinha nos basta. Se não pra classificar, pelo menos pra fazermos a partida final do descenso, em casa.

Torcedor você também terá que estar 110% disposto e confiante neste domingo contra o Avaí. Eu estarei lá cedo, porque esse é um jogo marcante. Um confronto que vale muito, literalmente.


Foto: Ricardo Artifon





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

13

Ago
Ederson Vilas Boas

​Amor além da dor, da doença… da pobreza

Esta pandemia está sendo de provações para muitas famílias. Em épocas de distanciamento, a aproximação diária, constante, tem sido um obstáculo para muitos. Tenho acompanhado que vários casais têm se separado. Alguns até que eu nem imaginaria que...

Leia mais

06

Ago
Ederson Vilas Boas

​Dá quase vontade de descer desse 2020

Quase não dá mais vontade de insistir nesse 2020. Vou dizer uma coisa, quanta tristeza, quanta notícia ruim nesse ano. Tenho comigo que não podemos desistir, por que os que estiveram antes de nós, lutaram bravamente para que tivéssemos um mundo, um...

Leia mais

23

Jul
Ederson Vilas Boas

​Aprendendo para ensinar

Venho acompanhando, nas redes sociais, o esforço dos professores para passar conteúdo aos alunos, nesse período de pandemia, sem aulas nas escolas. Fazendo uma analogia, do que tem acontecido, em relação ao coronavírus, antes de tudo isso, os...

Leia mais

16

Jul
Ederson Vilas Boas

​Final feliz e o exemplo que fica

No último domingo tive o prazer, sim, tive o prazer mesmo de acompanhar o reencontro de pai e filho. Por sorte estava me deslocando cedo para o centro da cidade, quando fiquei sabendo que uma pessoa havia sido encontrada por populares, no Contorno...

Leia mais

09

Jul
Ederson Vilas Boas

​Até onde vai a (in)tolerância do ser humano?

Desde pequeno nós queremos “ser alguém”. Muitos querem ser super-heróis, policiais, bombeiros, advogados, Juiz, jogador de futebol. Muitos não conseguem seguir o desejo, mas isso não os difere daqueles que conseguiram “ser alguém”. Outro dia...

Leia mais