Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

EDERSON VILAS BOAS



Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM




​Inacreditável

O coronavírus fez coisa que eu pensei que não veria por aqui tão cedo.
Adicionado em 19/03/2020 às 12:34:42

Nos meus mais de 40 anos de vida e mais de 20 militando na imprensa, não imaginaria, um dia, ver a cidade, num dia que seria normal, com o comércio fechado. Sem ninguém. As ruas hoje pela manhã estavam desertas. Claro, sem o trânsito normal de uma quinta-feira. Inacreditável acontecer isso.

Mas temos que estar cientes que devemos obedecer os critérios de saúde, que determina que a população fique em casa. O que me aborrece é a corrida desenfreada da população (nem todos) sem noção que, em momentos como este, lota supermercados, farmácias, lojas, empresas, parecendo que o mundo vai acabar. Foi assim na terça e quarta-feira. Onde vamos parar com essa falta de consciência?

O que me preocupa é o povo mesquinho, individualista. Nesta semana estava em um supermercado e vi uma senhora comprando uns 10 frascos de álcool gel e deixando outros que estavam a procura, sem. Naquele caso, uma das pessoas que ficou sem, pediu se aquela “afortunada de álcool” poderia lhe ceder um, pois ela disse que “usarei todos”. Meus Deus! Eu acho que vai passar o coronavírus e ela nem usará todos. Além do mais, aquele não era o produto indicado. Não era álcool gel 70%. Mesmo assim, ela não deu um para aquela pessoa. Isso me entristece.

Outra coisa é a falta de consciência das empresas. Comprei um vidro de álcool gel há uns dois meses e paguei pouco mais de R$ 6 reais. Pois bem, assim que o povo partiu que nem doido para as empresas, e o valor aumentou 300%. Tinha estabelecimento vendendo a mais de R$ 20 reais e viria agora, em nova remessa, com reajuste. Da mesma forma as máscaras de procedimento, que não tem um valor de venda tão alto. Ou não tinha. Pois, o valor subiu para, absurdos, mais de R$ 60, R$ 70 reais. Minha vó me falava, quando criança: “a ganância mata”. É muito bom as pessoas saberem disso.

Mas vamos lá. Vamos encarar mais essa e com União vamos vencer vencer mais essa. Todos juntos veneremos, podem acreditar. Que dure dois, três meses, mas veceremos.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

13

Ago
Ederson Vilas Boas

​Amor além da dor, da doença… da pobreza

Esta pandemia está sendo de provações para muitas famílias. Em épocas de distanciamento, a aproximação diária, constante, tem sido um obstáculo para muitos. Tenho acompanhado que vários casais têm se separado. Alguns até que eu nem imaginaria que...

Leia mais

06

Ago
Ederson Vilas Boas

​Dá quase vontade de descer desse 2020

Quase não dá mais vontade de insistir nesse 2020. Vou dizer uma coisa, quanta tristeza, quanta notícia ruim nesse ano. Tenho comigo que não podemos desistir, por que os que estiveram antes de nós, lutaram bravamente para que tivéssemos um mundo, um...

Leia mais

23

Jul
Ederson Vilas Boas

​Aprendendo para ensinar

Venho acompanhando, nas redes sociais, o esforço dos professores para passar conteúdo aos alunos, nesse período de pandemia, sem aulas nas escolas. Fazendo uma analogia, do que tem acontecido, em relação ao coronavírus, antes de tudo isso, os...

Leia mais

16

Jul
Ederson Vilas Boas

​Final feliz e o exemplo que fica

No último domingo tive o prazer, sim, tive o prazer mesmo de acompanhar o reencontro de pai e filho. Por sorte estava me deslocando cedo para o centro da cidade, quando fiquei sabendo que uma pessoa havia sido encontrada por populares, no Contorno...

Leia mais

09

Jul
Ederson Vilas Boas

​Até onde vai a (in)tolerância do ser humano?

Desde pequeno nós queremos “ser alguém”. Muitos querem ser super-heróis, policiais, bombeiros, advogados, Juiz, jogador de futebol. Muitos não conseguem seguir o desejo, mas isso não os difere daqueles que conseguiram “ser alguém”. Outro dia...

Leia mais