Rádio Rural AM 840

OPINIÃO

SIMONE VIEIRA



Jornalista
Formada em Comunicação Social - Radialismo (Unoesc/Joaçaba). Formada em Jornalismo (UnC/Concórdia). Pós-Graduada em Análise, Escritura e Reescritura Textual (URI/Erechim). Pós-graduada em Marketing e Vendas pela FACC. Formada em Direito pela FACC.




Redes sociais e a manipulação de consumo

Consumidor deve ter filtro crítico
Adicionado em 15/01/2020 às 16:07:56

As redes sociais estão influenciando cada vez mais o comportamento, autoimagem e percepção dos acontecimentos dos consumidores. Para o filósofo e escritor, Fabiano de Abreu, muitos usuários tentam vender uma vida perfeita que supostamente levam. “A tendência é que as redes sociais engulam as pessoas, em especial pela característica de controle e influência onde modas temporárias de vestimenta, consumo e comportamento se tornam referência mundial rapidamente”, analisa.  
 
Um exemplo é o número cada vez maior de digital influencer que surgem.  “Sofremos devido ao bombardeamento de propagandas de empresas que nos conhecem extremamente bem. Eles possuem todos os nossos dados e com os nossos desejos em mãos, nos oferecem constantemente, mais e mais opções para que possamos comprar, comprar e comprar”, aponta Fabiano de Abreu.

Com a alta estimulação de consumo, muitas pessoas, principalmente adolescentes se sentem frustrados por não conseguirem acompanhar as tendências e consequentemente ter a sensação de pertencimento. 

Um exemplo é a moda. As chamadas fast-fashion padronizam os gostos. Muitas pessoas não param para analisar se o que consomem é resultado de sua personalidade. E não é apenas o consumismo de bens que as redes podem influenciar. De acordo com Fabiano de Abreu, músicas também podem seguir a mesma lógica. “Hoje em dia existem os hits comerciais que viram sucesso em questão de minutos, basta encaminhar em massa para aplicativos de mensagens ou redes sociais. Passamos a viver como se todos tivessem que cantar e escutar os mesmos estilos musicais para pertencer a um grupo”, aponta.

Muitas campanhas são tão sutis que é difícil perceber a manipulação e os objetivos por trás dos conteúdos disseminados. Nessas horas vale a aplicação de um filtro crítico, o benefício da dúvida para não se ver contaminado por materiais que circulam pelas diversas plataformas de comunicação. 

Créditos: MF Press Global 
Foto: Pixabay





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

20

Mai
Simone Vieira

Abusadores geralmente são bem próximos

Um dos grandes desafios no combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes é o medo de denunciar. Conforme publicação do Ministério Público de Santa Catarina, a denúncia pode ser feita havendo mera suspeita da ocorrência de qualquer...

Leia mais

13

Mai
Simone Vieira

SC - 467 enfim é realidade!

Quase R$ 29 milhões investidos e a obra enfim está sendo concluída. Uma obra esperada, que vai dar agilidade para o transporte e motoristas de uma forma geral na região; a SC-467, trecho que liga Ouro a Jaborá.  Fiz o trajeto pela...

Leia mais

06

Mai
Simone Vieira

Não fique na fila!

Vai comprar o presente da sua mãe? Vai fazer um churrasco especial em casa neste domingo?  Então vamos lá. Para não se formarem às filas como aconteceu na véspera do feriado do dia do trabalhador e evitar aglomerações nos mercados, já vai...

Leia mais

29

Abr
Simone Vieira

Mortes que não chamam mais atenção

Saindo um pouco do foco da pandemia, existem outras doenças no país que parecem que não chamam mais atenção pelo número de mortes que causam. Nesta semana o Ministério da Saúde divulgou uma pesquisa em relação às doenças que mais matam...

Leia mais

15

Abr
Simone Vieira

Produtores rurais e as dúvidas sobre a Outorga do Uso da água

A mais “recente” causa de dúvidas entre os produtores rurais de toda região e os empresários do agronegócio é a chamada Outorga do Direito de Uso dos Recursos Hídricos, simplificando, Outorga do Uso da Água. Já fizemos matéria sobre o assunto em...

Leia mais