Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Brasil

Pizzolato indiciado em 9 crimes

Concordiense livre na Itália.

Por Marcos Feijó
01/11/2014 às 8h37

A Polícia Federal (PF) concluiu nesta quinta-feira a investigação que apurava crimes supostamente cometidos por Henrique Pizzolato antes de sua fuga, após a condenação pelo Supremo Tribunal Federal na Ação Penal nº 470.

A PF indiciou Pizzolato em nove crimes, todos cometidos no Brasil e referentes ao uso de documentos falsos em nome de seu irmão, Celso Pizzolato, falecido em 1978. A pena cominada a cada um dos nove crimes pode variar de um a cinco anos de reclusão.

- Falsidade ideológica cometida em novembro de 2007 em Florianópolis/, por ter requerido RG em nome de seu irmão;
- Falsidade ideológica e uso de documento falso cometidos em janeiro de 2008 no Rio de Janeiro, por ter requerido inscrição eleitoral extemporânea em nome de Celso Pizzolato, utilizando RG e CPF falsos;
- Falsidade ideológica e uso de documento falso cometidos em fevereiro de 2008 em Lages, por ter requerido passaporte em nome do irmão, utilizando RG e título de eleitor falsos;
- Uso de documento falso em outubro de 2008 cometidos no Rio de Janeiro, por ter votado com RG e título de eleitor em nome do familiar;
- Falsidade ideológica cometida em setembro de 2009 no Rio de Janeiro, por ter requerido a segunda via do CPF em nome de Celso Pizzolato, além de ter solicitado alteração de dados cadastrais;
- Falsidade ideológica e uso de documento falso cometidos em janeiro de 2010 no Rio de Janeiro, por ter requerido passaporte italiano no Consulado da Itália utilizando RG e passaportes falsos.

O DC tentou contato com a defesa de Pizzolato, mas até às 18h45min desta sexta-feira, as ligações não foram atendidas.

Fonte: ClicRBS / DC





01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



GILSON EDUARDO PRAVATO comentou em 02/11/2014 as 20:14:46
MAS ELE NÃO É INOCENTE


LUGAR DE LADRÃO É NA CADEIA OU NÃO.....




VEJA TAMBÉM