Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Brasil

Dia decisivo para caminhoneiros e Governo Federal (ouça)

Categoria pode voltar a fechar as rodovias.

Por Paulo Gonçalves
26/03/2015 às 06h16 | Atualizada em 26/03/2015 - 12h37

O assessor jurídico do Sindicato das Empresas Transportadoras de Cargas do Oeste e Meio-Oeste Catarinense (SETCOM), Ederson Vendrame, participa nesta quinta-feira, dia 26, de uma reunião em Brasília. Diversos representantes do setor de transportes e dos caminhoneiros estarão presentes. Essa deverá ser a última rodada de negociação da categoria com o Governo Federal. Se não houver o atendimento às reivindicações, os caminhoneiros deverão voltar a bloquear as rodovias nesta sexta-feira.
 
Conforme Vendrame, a categoria tem objetivos claros e não aceitará que o Governo faça qualquer tipo de manobra para ganhar tempo. Se ao menos parte das solicitações, não for atendida, a paralisação será inevitável. Se a classe voltar a bloquear as estradas, esse movimento será por tempo indeterminado e promete ser ainda mais forte que o anterior.
 
O setor de transportes passa por uma das maiores crises da história. O que a categoria quer são medidas de redução de custos.  Uma das ações seria a retirada de impostos sobre o óleo diesel – o  principal insumo da atividade.  

O reajuste no combustível agravou a crise no setor, mas a categoria também clama por melhorias nas estradas e mais segurança, uma vez que o roubo de cargas é mais um fator que traz prejuízos à atividade. Caso o Governo não se sensibilize, uma grande movimento nas rodovias poderá ser deflagrado neste fim de semana.

Confira o áudio:






02 COMENTÁRIOS - Deixe também o seu Comentário



Edegar Giordani comentou em 26/03/2015 as 13:28:52
Particularmente sou contra todas as greves, Só quero deixar um registro, tive minha saúde prejudicada na primeira paralisação dos caminhoneiros, pelo fato que precisei de uma intervenção cirúrgica e o Hospital não liberava, pois alegava falta de medicações e materiais, posso até estar errado, mas essas coisas não podem faltar, principalmente quando se trata de saúde.. Lamentável o que acontece nesse Brasil, e todo ano sempre a mesma coisa. ( Correios,bancários,professores,caminhoneiros, e nós?



RICARDO comentou em 26/03/2015 as 18:51:50
EDGAR ENTENDO SEU LADO, MAS NÃO FOI POR FALTA DE MEDICAMENTOS É QUE O HOSPITAL NÃO INTERNOU, TENHO FARMÁCIA E MEDICAÇÃO NUNCA FALTOU, FAZIA PEDIDOS CADA 2 DIAS E A DISTRIBUIDORA SEMPRE ENTREGOU CERTO.
TAMBÉM SOU CONTRA GREVES, MAS OS CAMINHONEIROS SEMPRE VOU APOIAR PORQUE ESSES SIM TRABALHAM, NÃO FICAM O DIA INTEIRO SENTADOS ATRAS DE UMA MESA.
"CAMINHONEIROS EU APOIO"




VEJA TAMBÉM