Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Carnaval

Carnaval 2018 será totalmente gratuito em Concórdia

Programação da festa, que ocorre no dia 10, já está definida

Por Luan de Bortoli
01/02/2018 às 08h29

O fim de semana da próxima semana vai ser de folia em Concórdia. É Carnaval e o município estará dentro da festa. Promovida pela Fundação de Cultura, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Prefeitura, o Carnaval 2018 será realizado no sábado, dia 10, no Parque de Exposições. O evento começo à tarde e se prolonga até o fim da noite com entrada gratuita.

Conforme informações da administração municipal, a programação do Carnaval de Concórdia começa às 16 horas, com a folia das crianças. Entre as atrações, a escolha da Rainha Infantil, brinquedos, recreações e muito mais. O desfile das duas escolas de samba inicia a partir das 21 horas. Entrarão na avenida do samba a Matriz do Samba e a Unidos da Alegria.

Além disso, outro destaque da programação é uma festa depois dos desfiles. As apresentações devem terminar após as 23 horas e então haverá início a festa final com duas horas de som para a população e as escolas comemorarem o Carnaval, conforme explicou o Superintendente da Fundação Municipal de Cultura, Júlio Gomes.

Diferente do ano passado, quando não teve agremiação vencedora, neste ano a disputa entre as escolas volta a ser um ingrediente a mais para atrair o público. “As escolas querem que seja competitivo, elas acham importante para que os integrantes sejam mais participativos, surte um efeito melhor”, comenta ele, lembrando que os portões estarão abertos, o transporte será gratuito e que o carnaval infantil, uma das novidades, será no restaurante do parque.

Segundo Júlio, para o ano que vem, a intenção é fazer um carnaval maior. “O nosso pensamento é que a acada ano o carnaval tenha novidades, sempre melhorando. Mas queremos que as escolas busquem recursos ao longo do ano, para que a prefeitura não tenha que bancar totalmente. Tem que ser um carnaval sustentável. O que depende de estrutura, nós temos condições de fazer um carnaval bem maior, mas que as escolas também vão buscar recursos através de ações e projetos”, finaliza.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM