Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Dicas do Dia

Direitos que não podem ser negociados mesmo com a Reforma Trabalhista

Empregados e empregadores devem ficar atentos às mudanças

Por Simone Vieira
23/05/2018 às 08h21 | Atualizada em 23/05/2018 - 08h24

A reforma trabalhista permitiu que patrões e empregados possam fazer acordos que podem alterar alguns pontos da CLT. No entanto, também ficaram resguardados outros pontos que não podem ser mudados, mesmo que houvesse acordo. 

Não é permitido fazer acordo entre patrões e empregados para mudar os seguintes direitos: aviso prévio, licença-maternidade, adicionais de insalubridade, periculosidade, férias anuais, mas vale lembrar que é possível vender 10 dias de férias, licença-paternidade e repouso semanal remunerado. 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM