ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


ESPECIAL

Espiridião Amin e Jorginho Mello eleitos para o Senado/SC
Mandato será de oito anos.


Por Luan de Bortoli
Em 07/10/2018 - 20h55 - Atualizada em 09/10/2018 - 08:09


Espiridião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR) são eleitos senadores por SC — Foto: NSC TV

Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR) são os novos representantes de Santa Catarina no Senado Federal. Amin recebeu 1.226.046 votos, ou 18,77% dos votos válidos, e Mello teve 1.179.750 votos, 18,07% dos votos válidos. Eles têm mandato até 2027 e formam a bancada catarinense com Dário Berger (MDB), eleito em 2014. 

A disputa para a segunda vaga foi acirrada. O terceiro colocado, Lucas Esmeraldino (PSL) – presidente da sigla de Jair Bolsonaro no Estado –  recebeu 17,79% dos votos válidos e ficou a 18.088 votos do segundo eleito. Raimundo Colombo foi o quarto colocado (15,3%) e Paulo Bauer o quinto (12,28%). 

Às 20h01, com 98,15% das urnas apuradas, soube-se que Esperidião Amin estava com sua vaga garantida. A segunda cadeira foi disputada voto a voto, e Jorginho só teve certeza que a ocuparia às 20h41min, quando 99,63% das urnas haviam sido apuradas. 

O candidato do Partido da República surpreendeu por superar as candidaturas de Raimundo Colombo, que se licenciou do governo do Estado para concorrer, e Paulo Bauer, que tentava se reeleger no Senado. Na última pesquisa de intenção de votos realizada pela NSC, divulgada em 5 de outubro, Jorginho tinha aparecido na quarta posição. O desempenho do ex-governador Colombo, que esteve em segundo em todas as pesquisas, foi outra surpresa deste pleito. 

Amin
Amin é natural de Florianópolis e tem 70 anos. Atualmente deputado federal, ele é formado em Administração e Gerência pela Esag e em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde é professor titular no curso de Administração.

Esperidião foi governador de Santa Catariana por duas vezes, entre 1983-1987 e 1999-2003. E também por duas vezes foi prefeito de Florianópolis, na gestão de 1975-1978 e 1988-1990.

Entre 1991 e 1999 foi senador e presidente nacional do partido Progressista. Esperidião Amin foi eleito deputado federal pelo PP em 2010 e 2014.

Mello
Mello nasceu em Ibicaré, no Oeste, e tem 62 anos. Atualmente, também é deputado federal. É formado em direito pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Já foi deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Em 2009, atuou como governador interino de Santa Catarina. Assumiu o mandato como deputado federal em 2011.

Nas eleições de 2014, foi reeleito deputado federal. Foi bancário, gerente e diretor do Besc entre 1975 e 2002.

Mandato
Neste ano, foram escolhidos dois candidatos ao senado, pois o mandato é de oito anos, mas as eleições ocorrem a cada quatro anos. Com isso, a cada eleição, o senado renova, alternadamente, um terço e dois terços de suas 81 cadeiras. Nestas eleições, foram disputadas 54 vagas no país.

Fonte: G1 SC




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet