ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


GERAL

Procon: Concórdia ainda não tem casos de abuso na energia
Procon e MP iniciam fiscalização por conta de aumento excessivo na cobrança da energia elétrica.


Por Luan de Bortoli
Em 30/01/2019 - 06h50 - Atualizada em 31/01/2019 - 07:35



O possível aumento abusivo em contas de energia elétrica está na mira de órgãos que defendem o consumidor. O Procon e o Ministério Público de Santa Catarina, em parceira, iniciam nos próximos dias, uma fiscalização em casas de consumidores que relataram ter aumento excessivo no valor da fatura. O MP abriu um inquérito civil para verificar supostas irregularidades nas cobranças.

Mas em Concórdia, esta fiscalização ainda não vão ocorrer. Isso porque o Procon local não tinha, até esta terça-feira, dia 29, reclamações formalizadas sobre possíveis altas abusivas na conta, conforme explica o chefe do órgão, Claudemir Bee. “Até o momento, não. Temos alguns pedidos de informação. Então vamos passar orientações aos consumidores. Em primeiro lugar, devem abrir reclamação na Celesc. Posteriormente, se dirige até o Procon, É preciso que o consumidor nos traga as seis últimas faturas de energia”, explica.

Após formalizada a reclamação, com as informações solicitadas pelo órgão, para que sejam coletadas informações a partir de um auto de constatação, o órgão inicia a fiscalização, segundo informa o chefe do Procon. “Nós vamos verificar, em caso de abertura de reclamação, in loco, a quantidade de equipamentos e materiais elétricos na residência dos consumidores”.

Após as fiscalizações, os dez casos com maior reajuste, ou seja, aqueles que tiverem comprovação de maiores aumentos abusivos, serão repassados para o Ministério Público, que dará sequência à apuração e deverá penalizar ou não a Celesc. Mas vale ressaltar que ainda não há data para início das fiscalizações em Concórdia, uma vez que não há reclamações formalizadas.

Em nota na semana passada, a Celesc informou que não houveram cobranças adicionais ou erro no processamento. "O aumento na conta de luz para muitos clientes se deve, em grande parte, ao maior consumo de energia registrado nos últimos meses, especialmente pelo uso de equipamentos eletrônicos, como ar-condicionado, em períodos de temperatura elevada", diz a nota.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet