ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}



Campeonato Brasileiro- Goiás x Internacional

NOTÍCIAS


TRAGÉDIA EM CHAPECÓ

Morre Rafael Henzel, sobrevivente da tragédia da Chape
Ele infartou enquanto jogava futebol com amigos.


Por Luan de Bortoli
Em 26/03/2019 - 21h24 - Atualizada em 27/03/2019 - 16:40



O jornalista Rafael Hanzel, de 45 anos, morreu na noite desta terça-feira, dia 26, em Chapecó. O profissional era sobrevivente da tragédia envolvendo a equipe da Chapecoense, em 2016, cujo avião caiu na Colômbia, matando jogadores e profissionais da imprensa. A informação foi confirmada pela Rádio Oeste Capital, de Chapecó, onde ele trabalhava.

A confirmação ocorreu por volta das 21h30. Henzel morreu vítima de um infarto. Pelas informações da imprensa chapecoense, o jornalista e narrador jogava futebol com um grupo de amigos quando acabou passando mal. Ele foi socorrido rapidamente por uma equipe do Samu e do Helicóptero do SAER. Ele foi levado com vida ao Hospital Regional do Oeste, mas não resistiu.

O Hospital Regional do Oeste encaminhou uma nota à imprensa confirmando a morte de Henzel. Ele faleceu às 21h10, conforme a unidade hospitalar. "O paciente chegou ao pronto socorro em parada cardiorrespiratória, vítima de mal súbito durante jogo de futebol. Todas medidas para Ressucitação Cardiorrespiratória foram adotadas, resultando inexitosas".

Mesmo após a tragédia, o jornalista não se abateu. Mesmo com a dor da perda dos colegas, Henzel continou com a carreira na imprensa de Chapecó um ano depois do episódio. Ele era um dos principais narradores esportivos do rádio chapecoense. Inclusive, nesta semana, na quarta-feira, estava escalado para narrar o jogo Chapecoense X Criciúma, pela Copa do Brasil, na Rádio Oeste Capital.

A direção da equipe, inclusive, tenta mudar a data do jogo. Representantes da Chape entraram em contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para adiar a partida desta quarta. O que pode dificultar o pedido é que o Criciúma já está em Chapecó. O prefeito do município, Luciano Buligon, decretou luto oficial de três dias. 

O velório dele deverá ser no Centro de Eventos, e inciará às 05 horas, apenas para familiares. A expectativa é que às 09 da manhã as portas sejam abertas para todo o público.

Em 2017, Rafael Henzel lançou o livro Viva Como Se Estivesse de Partida, onde relatava a tragédia envolvendo o avião que transportava o clube catarinense para a final da Copa Sul-Americana, na Colômbia, e como teve força para se recuperar do episódio.

—  A mensagem (do livro) é acreditar. Considero que tudo o que aconteceu foi um milagre, mas eu não esperei um segundo milagre. Nunca pensei que ia morrer, mesmo acordando no meio do mato. Nunca pensei que iria morrer, não fiquei esperando. Fiz os exercícios que tinha que fazer, planejei voltar ao trabalho 40 dias depois do acidente e voltei. Enfrentei todos os medos, voltei a voar, fui ao estádio em que seria o jogo. Eu não fiquei esperando, não fiquei encostado no INSS. Busquei melhorar através do meu trabalho. A mensagem é acreditar na força que a gente tem. Às vezes, a gente está na zona de conforto e a força não aparece. Quero passar a mensagem de respeito às pessoas. Quando você está no hospital, é um pedaço de carne com um aparelho ligado. Todos têm a mesma importância. E há um conjunto de fatores positivos que te ajudam na recuperação — disse em entrevista a GaúchaZH à época.  

Nas redes sociais, os perfis da Chapecoense se manifestaram sobre a morte do profissional. Em publicação, a equipe manifestou pesar pela morte de Henzel e destacou que ele narrou, de forma excepcional a histórica do time. Profissionais do mundo esportivo de todo o país também publicaram mensagens de condolências, como o caso de Tino Marcos. Perfis oficiais de equipes como Grêmio, Flamengo e Recife também lamentaram a morte de Hanzel.

O jornalista e narrador esportivo do Grupo Rural de Comunicação, Marcos Feijó, que também atua na imprensa esportiva de Chapecó e era colega de Rafael Henzel, também lamentou a morte do profissional. "Rafael, com muita saúde, carregando malas com equipamentos, fazendo jornada com muito afinco, viagens para palestra, e vem falecer jogando uma popular pelada. A consternação é muito grande em nosso meio. Bastante lamentável", disse. Veja o vídeo abaixo






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA MAIS



© - Ideia Good - Soluções para Internet