ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


CARNAVAL

Liga e escolas aguardam prefeitura para organizar Carnaval
Grupo precisa saber se haverá recursos para poder preparar o evento.


Por Luan de Bortoli
Em 03/05/2019 - 08h31 - Atualizada em 04/05/2019 - 07:32


Grupo que se reuniu na noite desta quinta-feira.

Representantes do carnaval de Concórdia se reuniram na noite da última quinta-feira, dia 02, para discutir sobre o futuro da festa no município e o apoio da prefeitura. Participaram do encontro o presidente e o tesoureiro da Liga Independente das Escolas de Samba (LIESC), além dos presidentes das três agremiações – Matriz do Samba, Império Guerreiro e Unidos da Alegria. 

A reportagem conversou com o presidente da Liga, Neuri Garghetti, que afirmou que o grupo quer dar continuidade aos desfiles em Concórdia. No entanto, o prosseguimento ou não do evento depende unicamente de uma resposta da administração municipal. Ele explicou que é preciso que a prefeitura confirme as verbas para as agremiações começarem os preparativos.

Essa verba é relacionada à premiação repassada às escolas ao fim dos desfiles, depois da classificação. E mesmo que só entregue no fim do evento, é ele que garante a oportunidade de as escolas realizarem os gastos para os preparativos dos desfiles. Sem ele, as escolas não têm condições de fazer as apresentações. Se confirmado o recurso, a liga e as agremiações também vão buscar mais valores através de projetos culturais e eventos sociais.

A preocupação do grupo é que quanto mais demora houver para um retorno da administração, mais difícil ficará fazer o evento. Em março, o presidente se reuniu com o vice-prefeito, Edilsson Massocco, que pediu 30 dias para dar uma resposta. Este período já passou e a administração ainda não deu um retorno. O grupo espera que nos próximos dias a prefeitura chame os represantes para definir o futuro do evento.

O grupo ainda quer apoio da prefeitura para a realização de oficinas que objetivam ministrar cursos para a formação de ritmistas, mestre-sala e porta-bandeira, por exemplo. Outra novidade é que nos meses anteriores um grupo de pessoas procurou a Liga com a intenção de criar uma quarta escola de samba, mas até o momento não houve avanços. A ideia é bem-vista pelas demais agremiações.

Os desfiles do Carnaval de Concórdia vem sofrendo alguns problemas desde 2017, quando também iniciou a nova administração do município. No ano passado, os desfiles ocorreram com as três escolas, mas não houve disputa. Neste ano, as apresentações, novamente sem disputas, tiveram apenas duas escolas. Uma das agremiações desistiu alegando falta de recursos. E, por fim, neste ano, não houve desfiles. 

O Carnaval com desfiles em Concórdia começou em 2010, quando duas das atuais escolas desfilaram pelas ruas centrais do município constituídas ainda como blocos – no caso, a Matriz do Samba e a Unidos da Alegria. Em 2011, a Império Guerreiro chegou como o terceiro bloco. Foi em 2012 que elas foram legalizadas e passaram a ser constituídas como escolas e o Carnaval passou a ter desfiles oficializados. 



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet