ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


CONCÓRDIA

Concórdia lança "Sou Solidário", ação que abrange a campanha de agasalho
Várias ações deverão ser lançadas ao longo do ano, mas o foco agora é a doação de roupas.


Por Luan de Bortoli
Em 14/05/2019 - 08h37 - Atualizada em 14/05/2019 - 11:05



A administração municipal de Concórdia lança nesta semana o Sou Solidário, nova campanha solidária do município. Ela vai abranger a doação e recolhimento de agasalhos, como ocorre todo ano em período que antecede o inverno. No entanto, a campanha vai contar com novidades pois deverá ir muito além da arrecadação de agasalho, com outras ações programas durante o ano.

A prefeitura explica que pensou em uma campanha atemporal, que dure por mais tempo e abranja mais grupos. O Sou Solidário vai se desdobrar em vários temas nos próximos meses, começando pela campanha do agasalho, e podendo passar por ações de doação de alimentos futuramente. Uma das ideias é deixar um cabideiro na Praça Dogello Goss, onde a população poderá depositar as roupas.

Esta nova campanha vai ser permanente e deverá se adaptar conforme as necessidades da prefeitura. “Depois poderá ser usado para arrecadação de alimentos. Mas neste momento é com agasalho. Esse ponto, esse pessoal da secretaria de desenvolvimento, ficaria o ano todo recolhendo e repassando, sem necessidade de cadastro. A gente só vai colocar algumas ideias novas”.

O lançamento do projeto ocorre na sexta-feira, dia 17, às 09 horas, na Praça Dogello Goss. “Toda população pode levar na praça neste dia a doação. Agora, não vamos levar [caixas em lojas]. Mas temos jovens parceiros, eles irão levar nas lojas e buscar, mas não é a prefeitura, é o Rotary, Lions, Demolay, que vão nos ajudar”, explica a secretaria de desenvolvimento social, Denise Justi Lopes.

“A partir de agora a prefeitura vai fazer campanha o ano todo. O Sou Solidário quer dizer que não precisa correr agora buscar agora pra porque não vai ter todo ano a doação. No início passávamos apenas para famílias que eram do Bolsa Família. Mas analisamos que muitas famílias têm muitos gastos, e as crianças acabam ficando com roupa pequena”, comenta.

Neste novo formato, conforme o diretor de desenvolvimento social, Jaime Bernardi, a campanha tem data para iniciar mas não para terminar. “Se não puder vir na praça, por ir no Itaíba, atrás do Senai. Vamos ter um local para tudo que a pessoa precisa”. A equipe também pede em especial a doação de colchões e cobertores, além de roupas para crianças, especialmente porque há muitas famílias que vem de fora de Concórdia, de lugares onde não costuma fazer muito frio.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet