ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


AGRICULTURA

Preço do suíno chega ao quinto reajuste em 2019
Altas animam o setor e dão mais confiança ao consumidor.


Por Luan de Bortoli
Em 22/05/2019 - 08h05 - Atualizada em 22/05/2019 - 08:55



Confirmando a tendência de altas e dando um alento ao produtor, o preço do quilo do suíno vivo pago para o suinocultor de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul passou por mais um reajuste. A informação foi confirmada pela Cooper Central Aurora na terça-feira, dia 21. O aumento anunciado foi de dez centavos, passando dos R$ 3,40, praticados até então, para R$ 3,50.

O novo preço passa a valer nesta quarta-feira, dia 22, a princípio apenas pela Cooper Central Aurora. Os demais frigoríficos ainda não alteraram seu preço, mas isso pode ocorrer nos próximos dias. Esta foi a quinta mudança no preço do quilo do suíno em 2019. o preço do leitão também sofreu alteração, conforme Aurora. Passou a ser pago por R$ 3,60 ao produtor.

O ano passado foi marcado pela estabilidade do preço, sem grandes quedas, mas longe do ideal, com os preços variando entre R$ 2,80 e R$ 2,90 em boa parte do ano. Há pouco mais de um ano o preço do suíno vivo pago ao produtor vinha sofrendo frequentes quedas de dez centavos. Ou seja, neste ano houve uma alteração, pelo menos momentânea, neste padrão de queda.

Em entrevista o presidente Associação Catarinense dos Criadores de Suínos (ACCS), Losivânio de Lorenzi, disse que o reajuste é motivo de comemoração. "Temos que comemorar, sim. Porque, realmente, é aquilo que nós precisamos, uma valorização a mais pelo nosso suíno, pelo trabalho que é muito puxado na propriedade rural. Só que, se analisarmos, no mercado independente, ele fechou a R$ 4,41, no mercado de integração, há uma diferença muito grande".

Mas, já há bastante tempo, representantes do setor e os próprios suinocultores vêm reclamando que o valor pago ainda está longe do ideal, resultando no fato de que a classe tem precisado muitas vezes pagar para trabalhar. Conforme o site da ACCS, o valor pago pelos demais frigóricos até esta quarta-feira era de R$ 3,40.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet