Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Agricultura

Preço do quilo do suíno sofre mais um reajuste

Setor suinícola comemora boa fase.

Por Luan de Bortoli
18/06/2019 às 06h40 | Atualizada em 18/06/2019 - 14h12

Já aumentou 28% o preço do quilo do suíno vivo pago ao produtor integrado somente de janeiro até agora. Nesta segunda-feira, dia 17, a Cooper Central Aurora confirmou mais um reajuste, de dez centavos, no preço. O novo valor, que vai de R$ 3,60 para R$ 3,70, passa a valer a partir desta terça-feira, dia 18. Em menos de seis meses, o reajuste já chega a 80 centavos.

Estes aumentos são motivos para se comemorar, mas mantendo a cautela, afirma o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos, Losivânio de Lorenzi. “O que se vê é que logo o preço vai se equalizar entre suíno terminado e base de leitão, porque sempre havia uma diferença de dez centavos, e agora de apenas cinco centavos. Mas é um momento de comemoração, de a gente refletir também sobre a produção. Porque tivemos três anos muito ruins em nossa atividade. E temos também uma grande dívida renegociada, e ainda o bem-estar animal, e são vários investimentos que têm que ser feito dentro da propriedade”, analisa ele.

O aumento da demanda do mercado internacional para o produto nacional está entre os fatores que influenciam nas altas seguidas do produto. “Devido ao mercado internacional. A gente viu que teve um aumento num valor de dólar, em torno de 50% para exportações, e tivemos grande demanda do mercado chinês, devido ao problema sanitário, e a Europa já tá com alguns problemas. Mas se avaliarmos, o mercado independente, hoje uma comercialização já acontecendo a R$ 5,20, mostra que o mercado interno também está aquecido”, pontua.

De acordo com o anúncio da Cooper Central Aurora, o preço do leitão de 8 a 22 kg foi para R$ 3,75. A tendência é que nos próximos dias o aumento também seja aplicado nos demais frigoríficos, conforme ocorre de costume. Santa Catarina corresponde por 52% das exportações brasileiras de carne suína.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM