ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


GERAL

Caminhões de Concórdia e Seara voltam a circular no Chile
Caminhoneiros da região ficaram presos na Cordilheira dos Andes por causa da neve.


Por Ederson Vilas Boas
Em 02/07/2019 - 07h11 - Atualizada em 02/07/2019 - 07:14




A Administração da Província dos Andes, no Chile, informou nesta segunda-feira  (1º) que foi liberado o tráfego de carros e caminhões no Sistema Integrado Cristo Redentor, rodovia que liga a Argentina e o Chile. A rota é utilizada para o transporte de produtos brasileiros para o Chile e de produtos chilenos para o Brasil.

Nos últimos dias, pelo menos 300 caminhões brasileiros ficarem retidos por falta de condições de tráfego pelo excesso de gelo provocado pelas nevascas.

Pelo comunicado divulgado nesta segunda-feira (cópia),  é obrigatório o uso de correntes.  Pede também cuidado com as zonas sombrias por conta da possibilidade de formação de gelo. A subida não é recomendada a partir das 18h para caminhões e das 18h30 para veículos de passeio.

Transportadores de Seara, Concórdia, Chapecó e outras cidades da região estavam retidos ao longo da rodovia na Cordilheira dos Andes.  

Notícia desta segunda (01) - Com informações Jornal Sua Voz

Caminhoneiros de toda a região, inclusive de transportadoras de Seara e Concórdia, estão parados nas fronteiras entre a Argentina e o Chile, por conta de uma nevasca que há uma semana impede que o trânsito siga. A expectativa dos motoristas é de que até o dia 9 (próxima terça-feira) possam seguir caminho e atravessar a fronteira.

A reportagem do Jornal Sua Voz manteve contato com um motorista de Nova Itaberaba, que transporta Carnes para uma empresa chapecoense e está em Los Andes, no pé das Cordilheiras, no Chile. Conforme Kaiton de Césaro, no local em que ele e muitos outros motoristas estão há instalações para banho em ‘parqueaderos’, que são uma espécie de estacionamentos.

Em Libertadores, na fronteira de Los Andes, em algumas horas deverá ser liberada a fronteira, para que os caminhões passem. A fila, porém, de acordo com Kaiton, já passa dos cinco quilômetros. “Alguns caminhões já estão indo para a fila para subir. Mas está muito grande. Ontem o trânsito foi liberado por um período, mas apenas para os motoristas turistas com carros de passeio. A expectativa é de que hoje comece a liberar também para os caminhões”, destacou.

Ainda de acordo com o motorista, há aproximadamente mil caminhões parados em cada lado da fronteira.



Fonte: Belos FM




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet