ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


GERAL

"Não davam 1% de chance", diz mãe de bebê com malformação
Criança concordiense não teve a formação correta da face e precisa de até 40 cirurgias.


Por Luan de Bortoli
Em 16/07/2019 - 08h28 - Atualizada em 17/07/2019 - 06:34



Quando souberam que o filho nasceria com duas condições raras, Sebastiana de Mato Santo e Paulo Sérgio da Silva precisaram se preparar e se adaptar. Joaquim Lorenzo da Silva, hoje com um ano e dois meses, foi diagnosticado ainda durante a gestação da mãe com malformação craniofacial e Encefalocele occipital severa, em que partes do cérebro saem por uma abertura do crânio formando uma espécie de bolsa para fora da cabeça.

Por conta destas duas condições, não se formaram os olhos (anoftalmia) de Joaquim, que teve ainda outras deformidades na face. Conforme a mãe, o filho possui ainda Hidrocefalia, que é o acúmulo de líquido na cabeça, alterando o tamanho dela, e ainda um problema no coração (desvio ventricular). Mesmo diante disso, Joaquim ainda tem a possibilidade de ter uma vida normal, através de diversas cirurgias e tratamento - veja foto ao fim da reportagem.

“O diagnostico que passaram pra nós, não davam 1% de chance de chegar ao fim da gestação. Mas graças a Deus ele está aqui com a gente. Mas não se formou parte da face. Ele se alimenta e respira pelo mesmo canal. Mas ele tem a saúde muito boa. Ficamos sabendo já no início da gestação, passamos por vários especialistas. Em SC, não tinha nenhum caso vivo. Mas a gente sempre teve fé. E se Deus permitiu que ele esteja entre nós, ele vai nos ajudar”, explica Sebastiana.

Conforme a mãe dele, o tratamento é por tempo indeterminado e ele precisa de vários profissionais da área da saúde para desenvolver suas habilidades. “Vai de 30 a 40 cirurgias para a reconstrução. Então a gente pede ajuda para o tratamento, porque a gente não sabe até quando vai. O risco de contaminação por bactéria é grande. Então pedimos ajuda para agilizar este procedimento. Queremos oferecer esta qualidade de vida a ele”.

Como tudo isso tem um grande gasto, e a família não tem condições de arcar sozinha, se iniciou uma campanha através das redes sociais para atingir o valor necessário e, assim, dar esperanças ao pequeno. “Todo valor arrecadado é pro tratamento dele, é para os profissionais que estão ajudando. Precisa também de atendimento médico. É por tempo indeterminado, até aprender a ter uma vida como as outras crianças. Todo valor é para a reabilitação dele”.

A mãe também se emocionou com o gesto do jogador Zico, que soube do caso e incentivou a campanha nas redes sociais, através da gravação de um vídeo. “A gente ficou bem agradecido a ele. As pessoas perguntam se é real isso. E isso passou uma credibilidade maior e juntos abraçar esta causa”.

Várias contas foram disponibilizadas para que a população contribua com qualquer valor possível. Veja abaixo. E também há uma vaquinha online no seguinte endereço: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/guerreiro-joaquim-lorenzo

Banco Sicoob -
 Código Banco 756
Agência 3288
Conta Corrente 235741
Joaquim Lorenzo da Silva
CPF 142.125.649-55 
------------------------------------------
 Banco Caixa - 
  Código Banco 104
 Agencia 0627
 Operação 013
 Conta Poupança 00118724-5
 Sebastiana de Matos Santos
 CPF 070.296.289-93
------------------------------------------
Banco Itaú - 
 Código Banco 341
Agência 1008
Conta Corrente 28059-4
Joaquim Lorenzo da Silva
CPF 142.125.649-55
------------------------------------------
Banco Bradesco - 
 Código Banco 237
Agência 344
Conta Poupança 10000327
Paulo Sérgio da Silva
CPF 007.582.199-03
-----------------------------------------
Banco do Brasil - 
Código Banco 001
Conta Poupança: 66.197-0
Agência: 0410-3
Variação 51
CPF 142.125.649-55
Joaquim Lorenzo da Silva




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet