Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Caminhoneiros

Possível greve está temporariamente descartada

Caminhoneiros e governo federal voltam a negociar nesta semana.

Por Luan de Bortoli
23/07/2019 às 07h59 | Atualizada em 23/07/2019 - 08h05

Após pressão de caminhoneiros, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) decidiu nesta segunda-feira (22) suspender a resolução publicada na última quinta-feira (18) que estabelecia novas regras para o cálculo do piso do frete rodoviário. A categoria, segundo o governo federal, ameaçava voltar a cruzar os braços, caso não fosse revista a metodologia implementada na resolução da semana passada.

Com a decisão, voltará a vigorar as regras definidas na tabela de frete editada em 31 de maio de 2018, quando se encerrou a greve dos caminhoneiros que paralisou o país por quase duas semanas. Diante desta situação, as duas partes - governo federal e caminhoneiros - voltam a se reunir nesta semana e iniciam novas negociações. O objetivo é discutir justamente o assunto da tabela mínima de frete, que, conforme a classe, não vem sendo respeitada. 

A reportagem da emissora conversou com uma liderança regional dos caminhoneiros, que informou que uma paralisação estava começando, no início da semana, no nordeste do país, mas foi suspensa depois do recuo do governo federal sobre a decisão da nova regra. No entanto, uma possível greve não está totalmente descartada. Depende da negociação que ocorre nesta semana. Um dos focos é fazer com que a fiscalização do frete seja efetiva, algo que não vem acontecendo até o momento, disse ele.







SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM