Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Eleições

70% do eleitorado catarinense está biometrizado

Objetivo é 85% até a próxima eleição.

Por Marcos Feijó
30/07/2019 às 08h07

A Justiça Eleitoral catarinense alcançou, nesta semana, a marca de 70% do eleitorado biometrizado, o que equivale a 3.572.171 dos 5.088.830 eleitores do estado cadastrados biometricamente.
Até maio de 2020, data do fechamento do cadastro eleitoral para as eleições municipais do próximo ano, o TRE-SC tem como objetivo cadastrar biometricamente 85% dos eleitores do estado.
Em Santa Catarina, a biometrização do eleitorado ocorre de duas maneiras: por meio da revisão do eleitorado obrigatória (atualmente em curso em 50 cidades do estado), onde o eleitor é obrigado a atualizar seu cadastro perante a Justiça Eleitoral, e consequentemente cadastra sua biometria, e por meio do cadastramento biométrico ordinário, que ocorre nos demais municípios do estado, onde o eleitor pode comparecer espontaneamente no Cartório Eleitoral da sua cidade para atualizar seus dados e coletar a biometria.

Vantagens da biometria?
A biometria é uma tecnologia adotada pela Justiça Eleitoral que permite identificar o cidadão, de modo seguro e eficaz, por meio das impressões digitais, da fotografia e de sua assinatura. No momento da votação, o reconhecimento das digitais ocorre por meio de leitor biométrico acoplado ao terminal do mesário. As digitais são únicas em cada indivíduo, o que oferece a garantia de que quem está votando é realmente o titular do voto. Assim, a biometria dá ainda mais segurança à eleição.
Além disso, o sistema AFIS (Automated Fingerprint Identification System), adotado pela Justiça Eleitoral, afasta situações de duplicidade ou multiplicidade de inscrições no cadastro eleitoral. Isso porque faz o batimento eletrônico das dez impressões digitais de cada eleitor cadastrado com as digitais de todos os eleitores registrados no banco de dados. O sistema tem capacidade para comparar até 160 mil impressões digitais por dia, mas pode ser ampliada, se preciso.

O cadastramento biométrico do eleitorado fortalece a segurança e a transparência do processo eleitoral, garantindo o direito à cidadania, e faz parte da priorização das iniciativas estratégicas do TRE-SC.


Fonte: TRE SC





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM