Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Estado

Vice-governadora defende o setor produtivo catarinense

Ela vai na contramão das decisões do governador.

Por Luan de Bortoli
19/08/2019 às 08h12 | Atualizada em 19/08/2019 - 09h01

A vice-governadora Daniela Reinehr se manifestou a favor do setor produtivo diante da possibilidade da aplicação de 17% da alíquota de ICMS sobre os defensivos agrícolas. “Na hipótese de a medida ser implementada, a produção em Santa Catarina será prejudicada. A competitividade da produção catarinense ficaria comprometida e perderíamos mercados arduamente conquistados”.

“Reafirmo meu engajamento com setor produtivo catarinense. Apresentei ao governador Moisés meus argumentos e tenho 5 propostas, elaboradas por técnicos, a meu pedido, para que possamos juntos buscar as melhores proposições e alternativas para estabelecer um ajuste entre o Estado e este importante setor e viabilizar a expansão e o fortalecimento do agronegócio catarinense”, explicou. 

Daniela afirma que sempre defendeu e segue empregando todos os seus esforços na defesa do setor agrícola e do setor produtivo que, com muito esforço, alcançou um espaço e padrão diferenciado e merece incentivo para impulsionar ainda mais sua modernização, crescimento e competitividade nos mercados nacional e internacional.

“Concordo e apoio o incentivo à produção orgânica, mas o fomento de uma atividade não pode inviabilizar a outra. São nichos diferentes e nesses detalhes, devem ser considerados os pareceres técnicos tanto da Epagri e Cidasc, quanto da Sociedade Brasileira de Agronomia por exemplo. Tenho conversado com os produtores, e eles sabem do meu apoio e compromisso com o desenvolvimento do nosso estado e da nossa agricultura”, destacou.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM