Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Concórdia

Em Brasília, Pacheco encaminha investimento no turismo através de águas termais

Na capital federal, o prefeito também tratou sobre as marginais da BR-153

Por Luan de Bortoli
22/08/2019 às 08h45 | Atualizada em 22/08/2019 - 10h34

Em viagem a Brasília nesta semana, o prefeito Rogério Pacheco fez importantes encaminhamentos relacionados ao turismo de Concórdia. Este é um dos focos da administração, visando atrais novos tipos de investimentos. Isso foi possível após o município receber o Selo Mais Turismo, que qualifica Concórdia como prioridade na captação de recursos para investimentos no turismo, na área de mobilidade urbana, categoria estabelecida pelo ministério.

Um dos focos é que o município tenha águas termais, conforme o prefeito. “Abre muitas portas dentro desta área. Estamos trabalhando muito para implementar ações que venham agregar valor na nossa economia. Estamos fazendo investimentos importantes. Viabilizar águas termais é uma ação que tem que ser implementada, estamos trabalhando nisso, em breve vamos lançar uma licitação para definir pontos estratégicos para perfurações de poços”.

Segundo o prefeito, já há empresários interessados em investir neste segmento. “Estamos conversando com alguns empreendedores que pretendem trabalhar nesta área. O município tem que disponibilizar algumas alternativas. Isso vem ao encontro do que sempre falamos. Infelizmente, Concórdia perdeu muito tempo com relação a águas termais e nós não podemos ficar para trás. Concórdia tem a chance de ter água termal já quente, algo que não é qualquer município consegue”.

BR-153

O prefeito também esteve no Ministério dos Transportes para tratar a respeito de melhorias na BR-153. A rodovia fará parte de um novo pacote de concessão do governo federal. E, aproveitando isso, Pacheco quer agilizar a questão das marginais da rodovia, assunto que, segundo ele, não recebeu a atenção devida em tempos passados.

“Concórdia não pode deixar de lado e que sejam executadas as marginais que passam por aqui. Executando a concessão, nós queremos fazer com que não se esqueça das marginais, que é muito importante para o desenvolvimento do município e dessa área industrial. E também, claro, que a audiência que vem a acontecer para discutir as concessões, que ocorra em Concórdia”.





01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



nelso comentou em 22/08/2019 as 10:41:09
Verdade prefeito, Concórdia já perdeu muito tempo, 19 anos com o lago de Ita formado e não fomos capazes de viabilizar para estes que querem investir com segurança, também nada fizemos sobre os parcelamentos irregulares que é crime art 50, da lei 6.766/79, tudo por culpa das administrações passadas e também atuais. Sobre os pontos estratégicos são aqueles pontos que o investidor queira colocar seu dinheiro.




VEJA TAMBÉM