Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Esportes

​Diretoria do Galo do Oeste se reúne hoje com Celso Rodrigues

Ambas as partes tem interesse na continuidade do trabalho que rendeu a classificação à Série A.

Por Ederson Vilas Boas
06/09/2019 às 07h33 | Atualizada em 06/09/2019 - 23h52


Na tarde desta sexta-feira (06), a diretoria do Concórdia Atlético Clube e o técnico Celso Rodrigues se reúnem pra bater o martelo e acertar a contratação do treinador para a temporada 2020, onde o Galo do Oeste disputará a Série A do Campeonato Catarinense. Nos últimos dias as partes já haviam conversado e houve um acerto verbal, que será confirmado, nesta tarde, com a assinatura de contrato.

Celso Rodrigues está desde a última quarta-feira, em Concórdia, e já foi visto por muitos torcedores, inclusive conversando com vários, falando sobre o desejo de permanecer. O treinador assumiu a equipe no dia 17 de julho, na vitória sobre o Próspera por 2 a 0. Iniciou o trabalho num momento que o Galo do Oeste vinha de três derrotas e um empate e figurava na quinta colocação geral.

Depois do Próspera a equipe venceu Camboriú, Barra, Fluminense, Guarani, Almirante Barroso, que foi o jogo do acesso. Empatou com Juventus e o próprio Barroso. A equipe só foi derrotada na final para o time de Itajaí que foi o campeão da competição.

Celso Rodrigues


O treinador já comandou o Concórdia em 2016. Depois treinou o Operário do Mato Grosso do Sul e o São Gabriel, do Rio Grande do Sul. Gaúcho de Cachoeira do Sul, o profissional de 48 anos foi jogador profissional na década de 80 e atuou como meia no Cachoeira (RS), Internacional (RS), São José (RS), Glória (RS), Kindermann (SC), Fraibugo (SC) e Chapecoense (SC). Como treinador, iniciou a carreira em 2006, como auxiliar de Agenor Piccinin na própria Chape, onde exerceu a mesma função com Mauro Ovelha, conquistando os títulos estaduais de 2007 e 2011.

Depois, seguiu com Ovelha para o Avaí, Caxias e Atlético de Ibirama entre 2012 e 2013, retornando para o Verdão do Oeste logo em seguida para trabalhar com Gilmar Dal Pozzo. Nesse período, começou a preparação para ser técnico ao cursar Educação Física e fazer estágios com Julinho Camargo e Vanderlei Luxemburgo no Grêmio. E a sua primeira chance como técnico principal veio em 2014, quando assumiu a Chapecoense na Série A e foi fundamental para permanência do clube na elite do futebol brasileiro.

Mais tarde, o comandante de 48 anos passou pelo Concórdia, em 2016, e nas últimas duas temporadas esteve no Operário (MT), onde levou o time ao título estadual de 2018. No ano passado assumiu o Juventus de Jaraguá na Segundona, depois retornou ao Operário até retornar ao Galo do Oeste.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM