Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Concórdia

Situação de estiagem se agrava em Concórdia

A falta de chuva afetou a agricultura do município, atrasando o plantio.

Por Luan de Bortoli
12/09/2019 às 09h06 | Atualizada em 12/09/2019 - 12h06


Segue ruim a situação da falta de chuva em Concóridia e região. A baixa quantidade de chuva dos últimos meses afeta principalmente o interior do município. Em relatório emitido na manhã desta quinta-feira, dia 12, a Epagri/Ciram informou que três pontos de Concórdia seguem com volume muito abaixo do normal.

Até ontem, quarta-feira, dia 11 o relatório dava conta de que dois pontos estavam em alerta e um em emergência - mais crítico de todos. Agora, o cenário mudou para pior. São dois pontos na classificação de emergência - Foz do Rio Claudino e Montante da Barragem. O ponto da Rua Vitório Celant segue em alerta.

A BRF fez um comunicado de que vai começar o abastecimento da fábrica com carretas. Vão ser 36 carretas, com capacidade de 27 mil litros, transportando 216 cargas por dia. Toda a logística para o transporte de água vai impactar no trânsito da cidade e no trevo em frente a BRF "vamos ter um fluxo intenso de veículos pesados no centro da cidade, causando lentidão e possíveis congestionamentos", explica Rudimar Vitto.

A administração municipal já tem feito, há semanas, o transporte de água para propriedades do interior. Há uma equipe na prefeitura de Concórdia que tem recebido a demanda e repassado para a equipe responsável, que faz o transporte. A falta de chuva afetou a agricultura do município, prejudicando a preparação do solo e atrasando o plantio.

Segundo Adilson de Oliveira, da Defesa Civil estadual, a previsão dos meteorologistas aponta que o cenário atual deve permanecer por 30 dias, pelo menos, devendo voltar a média normal de chuva na metade do mês de outubro. Com essa informação, a principal recomendação é o consumo consciente de água, evitando desperdícios.

Confira o áudio:






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM