Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Concórdia

Assessor de planejamento explica como está dividido o investimento do projeto do calçadão

Vereadores questionaram nesta semana, novamente, o valor da obra.

Por Ederson Vilas Boas
11/10/2019 às 07h46 | Atualizada em 12/10/2019 - 07h36


Os vereadores de Concórdia usaram a tribuna do Legislativo para questionar novamente os valores da obra de revitalização do calçadão. A obra ainda está em fase de licitação, mas os valores repercutem desde o lançamento do edital. Conforme documento assinado por Edno Gonçalves e Closmar Zagonel, o custo inicial apresentado pela prefeitura em junho deste ano, seria de R$ 1,8 milhão e está em processo de licitação por mais de R$ 4 milhões.

O presidente da Câmara de Vereadores, Mauro Fretta, se posicionou favorável à obra de revitalização, mas diz não concordar com o montante de investimentos.

Edno questionou ainda a possível utilização integral dos recursos da Cosip neste projeto. E André Rizelo utilizou a tribuna para questionar sobre a prioridade da obra do Calçadão à população de Concórdia. Na mesma sessão, Fabiano Caitano e Valcir Zanella defenderam o executivo em suas argumentações.

Procurado pela nossa reportagem, o Assessor de Planejamento, Daniel Faganello, explicou os números que estão expostos no portal da administração municipal. (ouça o áudio)

Conforme o projeto anunciado pela administração municipal, o novo projeto aproximará pedestres, ciclistas e motoristas, numa via compartilhada, oferecendo um espaço de lazer, convivência, com acessibilidade e sem desníveis. Além disso, será ampliado a iluminação do calçadão, para as pessoas se sentirem mais seguras ao transitarem no período noturno. Toda a proposta da requalificação urbana tem por objetivo tornar a região central mais bonita, oferecendo segurança e conforto aos usuários.

Confira o áudio:






02 COMENTÁRIOS - Deixe também o seu Comentário



Rodrigo Stain comentou em 11/10/2019 as 09:11:39
Vai ficar bonito, sim vai... é prioridade esta obra? não não é... tem outras coisas MUITO mais importantes a serem feitas, sim tem... a administração quer deixar sua marca na história, sim quer. Eu penso que quando uma cidade esta perfeita, dai sim da para investir em algo assim. Quando se tem tanta coisa para ser resolvida estes 4 milhões farão muito destas coisas. Não somos cidade turística não precisamos, no momento, de algo assim tão turístico. Da pra aguardar e fazer mais no futuro, sim dá.



Ernesto comentou em 11/10/2019 as 22:59:57
Enquanto isso, lá em Concórdia as crianças têm que vender rifa que as APPs organizam para ajudar a escola...




VEJA TAMBÉM