Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Geral

Preço da gasolina cai em setembro mas volta a subir em outubro em Concórdia

Preço do Etanol teve aumento em setembro.

Por Luan de Bortoli
17/10/2019 às 06h42 | Atualizada em 19/10/2019 - 13h39


O mês de setembro foi de oscilações no preço médio dos combustíveis em Concórdia. O que mais chamou a atenção, conforme levantamento feito pela reportagem da Rural e 96 no site da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), foi que o valor médio do mês anterior para a gasolina caiu, enquanto que o etanol aumentou, diferente do que costuma ocorrer.

Pelos dados da agência, definidos a partir de uma pesquisa feita em 30 postos de combustíveis do município, a gasolina chegou a uma média de R$ 4,22 no mês de setembro em Concórdia. Isto significa uma queda de sete centavos em relação a agosto. O produto variava de R$ 4,10 a R$ 4,35 nos estabelecimentos consultados. Mesmo com a queda, a gasolina de Concórdia seguia como a mais cara de Santa Catarina.

O etanol fez o caminho inverso. Normalmente aquele que tem menos aumento, o produto subiu em setembro. Na média final do mês anterior, o etanol chegou a R$ 3,76, seis centavos a mais do que o registrado em agosto. Foram consultados pela ANP 15 postos, onde o produto era encontrado de R$ 3,69 a R$ 3,86. Assim como a gasolina, o etanol de Concórdia também era o mais caro do Estado.

O valor médio do diesel, em setembro, se manteve praticamente estável. Fechou o mês anterior com R$ 3,53, apenas um centavo a menos do que o registrado em setembro. Foram consultados 25 postos de combustíveis, conforme a ANP, onde o produto era vendido de R$ 3,30 a R$ 3,67. O diesel de Concórdia era o quinto mais caro do estado.

Para o mês de outubro, a tendência é de estabilidade ou aumento. Até agora, por exemplo, o valor médio da gasolina está em R$ 4,29, sete centavos a mais do que em setembro, resultado de altas nas refinarias. Os preços médios do diesel e do etanol, para este mês, até o momento, seguem estáveis, com mesmos valores de setembro.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM