Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Educação

CNEC: direção fala em dificuldade econômica e cita destinação ao prédio

Instituição de ensino vai encerrar as atividades em Concórdia.

Por Luan de Bortoli
28/10/2019 às 07h53 | Atualizada em 28/10/2019 - 20h59


A direção do Colégio Cenecista Dr. Julio Cesar Ribeiro Neves confirmou na última sexta-feira, dia 25, à reportagem da emissora que estes são os últimos meses de atuação da unidade em Concórdia. O jornalismo já havia informado ainda na sexta que a instituição encerraria as atividades e não teria funcionamento a partir do ano que vem.

Atendendo atualmente 48 alunos, de um total de cerca de 600 que a unidade comporta, a CNEC também reiterou à reportagem que irá auxiliar "na realocação e adaptação dos estudantes em outras instituições do município, para que o aprendizado do próximo ano possa se manter contínuo e eficaz".

O jornalismo também idagou sobre a situação da estrutura que abriga a instituição de ensino. A CNEC respondeu que o prédio é de propriedade do Colégio, que dará a destinação adequada ao bem, sempre vinculada a sua missão educacional.  

Na nota encaminhada à emissora, a direção ainda deixa claro que a situação econômica e a concorrência do mercado privado educacional foram determinantes para a decisão de fechamento. Na noite desta segunda, a direção vai receber pais e responsáveis para repassar orientações a partir das 19h00.

Veja a nota completa abaixo: 

A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) comunica que ao final do ano letivo de 2019, apesar de todos os esforços empenhados, as atividades do Colégio Cenecista Dr. Júlio César Ribeiro Neves serão encerradas.

A decisão foi tomada depois da realização de uma análise minuciosa de fatores internos e externos, que demonstraram ser inviável a manutenção do bom atendimento da comunidade local, com a qualidade e eficiência características da marca.

Nesse contexto, a preservação desses princípios na referida região foi prejudicada em função do que se constata das estatísticas demográficas e econômicas do município; nos preços praticados pela concorrência do mercado privado educacional; na relação entre número de alunos, corpo técnico-pedagógico e administrativo e segmentos ofertados; e na inadimplência acumulada ao longo dos últimos três anos.

Consciente da repercussão que esta decisão pode causar em nossos estudantes, pais e responsáveis, a CNEC assegura que todas as atividades previstas até dezembro de 2019 serão cumpridas integralmente.

A Instituição se coloca ainda à disposição para auxiliar na realocação e adaptação dos estudantes em outras instituições do município, para que o aprendizado do próximo ano possa se manter contínuo e eficaz.

Por fim, a CNEC agradece por toda confiança depositada ao longo dos anos de atuação na comunidade e solicita a compreensão de todos para as definições que se fazem necessárias neste momento.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM