Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Concórdia

HSF deverá ser habilitado para serviço de cateterismo pelo SUS

Equipe do Ministério da Saúde visitou hospital e anunciou medida.

Por Luan de Bortoli
21/11/2019 às 06h28 | Atualizada em 22/11/2019 - 07h38


A vinda de uma equipe do Ministério da Saúde ao município de Concórdia nesta semana trouxe boas notícias. Além de um aceno para a possibilidade da habilitação da cidade no serviço de cardiologia pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a equipe do ministério também informou que em breve, o Hospital São Francisco será habilitado para o serviço de cateterismo pelo SUS. A informação foi dada após a visita dos profissionais à unidade hospitalar de Concórdia nesta quarta-feira. 

O diretor do Hospital, Claudemir Andrighi, comemora a notícia. “O dr. Rogério Mendes Ribeiro nos informou que será possível, praticamente garantiu, que a habilitação do cateterismo do Ministério da Saúde será efetivado. Não disse data, mas ele disse que pode ocorrer no início de 2020. Ou seja, aquele serviço de urgência e emergência do paciente que está enfartando poderá ser feito pelo Sistema Único de Saúde. Ficamos muito felizes”.

Andrighi disse que a visita foi bastante exitosa e que a equipe do Ministério da saúde ficou surpresa com a qualidade da estrutura do hospital. “A equipe ficou impressionada com as instalações do Hospital São Francisco, um hospital de interior. Ficaram abismados. Isso foi positivo pra nossa região, uma vez que o hospital atende mais de 65% é pelo Sistema Único de Saúde, mas com uma estrutura particular e convênios”.

A visita dos profissionais ainda amplia as chances de Concórdia em outras áreas, como a oncologia, explica Andrighi. “Nós estamos sempre buscando melhorar nossos atendimentos. Um dos pontos fundamentais é o serviço de Oncologia. Estamos com o projeto já aprovado para fazer a quimioterapia clínica. Então, um dos nossos próximos passos é buscar essa especialidade. Mas também está em análise, após conhecer a infraestrutura, todo o processo de alta complexidade em cardiologia. Isso nos dá alento”.

A vinda da equipe do Ministério da Saúde a Concórdia foi motivada após os vários pedidos do credenciamento do serviço de Cardiologia no SUS. O município teria perdido para a cidade de Caçador, no entanto, os representantes da pasta informaram que Concórdia ainda tem chances. Andrighi disse, na entrevista, que essa possibilidade se tornou ainda maior após a visita ao hospital.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM