Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Esportes

Clubes aprovam nova Fórmula para o Campeonato Catarinense

Campeonato Catarinense de 2020 terá 61 jogos e será disputado em 15 datas.

Por Ederson Vilas Boas
20/11/2019 às 17h22 | Atualizada em 21/11/2019 - 13h55


Os presidentes dos 10 clubes que disputarão o Campeonato Catarinense da Série A em 2020 aprovaram, por unanimidade, a nova fórmula do Estadual. A oficialização da mudança ocorreu durante a reunião do Conselho Técnico da competição, na tarde desta quarta-feira (20), na sede da Federação Catarinense de Futebol, mas a proposta foi construída ao longo dos últimos três meses pelos dirigentes e liderada pela Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina (SCCLUBES), que, entre setembro e novembro, tratou do tema em duas assembleias extraordinárias e em reuniões chamadas especificamente para discutir o assunto, inclusive uma entre o presidente da SCCLUBES Francisco José Battistotti e o presidente da Federação Catarinense de Futebol Rubens Renato Angelotti. A última reunião foi durante almoço em Itapema, nesta quarta.

“Certamente, nunca houve uma fórmula tão discutida quanto essa”, afirma o presidente da SCCLUBES. “Para chegarmos até ela, levamos em consideração uma série de fatores, entre eles a redução do número de datas que o Calendário do Futebol Brasileiro reservou para os Estaduais, o aumento da atratibilidade da competição, a redução dos custos, o interesse do torcedor por jogos mais decisivos. Analisamos também sugestões e solicitações dos presidentes de clubes da Série B e de outros atores do universo do futebol”, ressaltou Battistotti.

NOVA FÓRMULA

O Campeonato Catarinense de 2020 terá 61 jogos e será disputado em 15 datas. Na primeira etapa da competição (a fase classificatória) Avaí, Brusque, Chapecoense, Concórdia, Criciúma, Figueirense, Joinville, Juventus, Marcílio Dias e Tubarão jogarão entre si em turno único, com nove partidas para cada clube. Os cinco melhores colocados no Campeonato Catarinense deste ano farão cinco jogos em casa, enquanto os demais terão quatro diante de seus torcedores nessa etapa da competição.
Após a fase classificatória, começam os mata-mata entre os oito primeiros colocados, que seguem em frente para as quartas de final. Esses confrontos, em jogos de ida e volta, colocarão frente à frente o 1º contra o 8º, o 2º contra o 7º, o 3º contra o 6º e o 4º contra o 5º, respectivamente. As semifinais e as finais serão disputadas também em jogos de ida e volta, sendo que a vantagem de fazer a segunda partida em casa se dará pela posição na tabela na fase classificatória. Os dois últimos da fase classificatória farão também um mata-mata para saber quem será rebaixado e disputará a Série B em 2021

PARA 2021

Visando alinhar-se com os Estaduais do Rio Grande do Sul e do Paraná, os dirigentes aprovaram também que o Campeonato Catarinense de 2021 terá 12 clubes. Ressaltaram que será uma experiência e que todos os clubes que disputarão a Série B de 2020 devem atender o Caderno de Encargos da Federação. Portanto, em 2020 subirão três clubes da Série B para a A. E a fórmula de disputa será nos mesmos moldes da A de 2020. O que muda é que cairão dois para a Série B em 2022.

OUTRAS EXPERIÊNCIAS

Diretor executivo da Associação há três anos e coordenador do comitê comercial unificado do Estadual desde 2018, Claudio Gomes participou de todas as reuniões em que se discutiu a nova fórmula do Estadual. Também teve encontros individuais com dirigentes e profissionais de áreas importantes que estão envolvidas com o mundo do futebol, como patrocinadores, imprensa especializada, players de transmissão e arbitragem. Foi também buscar informações em outras federações estaduais para ver o que funciona e o que não funciona. E apresentou aos presidentes de clubes três opções de fórmula.

“A fórmula aprovada tem tudo para fazer do Estadual de 2020 o melhor dos últimos anos. Tivemos que pensar também na nova realidade do futebol catarinense, que está passando por dificuldades e precisa voltar a ser forte. Para isso, precisamos que todos estejam no mesmo barco e remando na mesma direção: torcedores, jogadores, dirigentes, imprensa, patrocinadores, arbitragem, segurança. Enfim, todos. Só assim teremos um Estadual forte e voltaremos a marcar presença no cenário nacional”, ressaltou.

Depois da aprovação da fórmula do Estadual de 2020, realizada hoje, o Departamento de Competições da Federação vai trabalhar na montagem da tabela e na criação do Regulamento Geral da Competição. Uma coisa já está certa: a primeira rodada será no dia 22 de janeiro de 2020.

Fotos: Paulo Scarduelli

Fonte: FCF






03 COMENTÁRIOS - Deixe também o seu Comentário



Gege comentou em 20/11/2019 as 20:04:29
Fórmula ridícula. Nitidamente, feita para proteger os 5 times queridos da federação.
O Concórdia, e os demais clubes menos queridos, podem jogar só 5 jogos em casa, e apenas 11 no total da competição. Além disso, o clube que terminar em último na fase de classificação, pode se salvar da queda, e o penúltimo pode cair, se for mal no mata-mata. Poderia começar 2 datas antes e fazer pontos corridos, seria mais justo.
Pelo menos, em 2020 teremos 12 clubes na elite, igualando a maioria dos estados



Gege comentou em 20/11/2019 as 20:29:53
No comentário anterior eu queria dizer "menos mal que em 2021 teremos 12 clubes".



Alceu Matiollo comentou em 21/11/2019 as 17:15:28
Concordo com voce GEGE, como sempre as entidades pendem pro lado do mais forte, a proposito não deveria ser o inverso???




VEJA TAMBÉM