Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Polícia

Autor de feminicídio em Irani se apresenta em Concórdia

Familiares da vítima estavam na frente da Central de Polícia.

Por Marcos Feijó
21/11/2019 às 13h49 | Atualizada em 22/11/2019 - 10h18


Se apresentou às 13h30 desta quinta-feira(21) o autor de feminicídio em Irani no último dia 17. O homem, de iniciais O.D, procurou a Central de Polícia de Concórdia. Com golpes de facão ele matou a ex-companheira Karine Cavalli(29) no domingo passado. Houve um pequeno tumulto, pois alguns familiares da vítima estavam na parte externa da Delegacia. Dentro, O.D se reservou a anunciar que falará apenas em juízo.

O delegado Rogério Taches, de Concórdia, está conduzindo o inquérito que será concluído nas próximas horas. O.D(61) poderá ser indiciado pelo feminicídio e por tentativa de homicídio ou agressão (contra outra pessoa que estava na casa). 

A prisão temporária já estava expedida. Ele foi encaminhado ao Presídio Regional. 

CRIME E LAUDO

O laudo do corpo de Karina Cavalli, de 29 anos, vítima de feminicídio neste domingo, dia 18, em Irani, foi concluído na manhã desta segunda-feira, dia 18, no Instituto Médico Legal (IML) de Concórdia. O exame realizado no local apontou que a vítima foi atingida por mais de dez golpes de arma branca (facão), desferidos pelo ex-companheiro.

Conforme as informações colhidas pela reportagem no local, Karina foi atingida com seis golpes na cabeça, e outros vários nos braços, o que indica instinto de defesa e proteção utilizando os membros. O laudo apontou ainda amputação parcial de alguns dedos. O corpo dela foi liberado pouco após às 09 horas e seguiria para Irani.

O crime aconteceu no bairro Nossa Senhora Aparecida, rua Gelcino Bueno. Policiais de Concórdia se deslocaram em apoio ao policiamento local, mas não conseguiram localizar o autor do feminicídio. Os Bombeiros Voluntários chegaram a atender e encaminhá-la ao Pronto Atendimento, mas devido aos ferimentos, a vítima acabou falecendo.

Pelas informações apuradas, o ex-companheiro de Karina estava insatisfeito pelo fim do relacionamento de ambos. Ele, inclusive, já teria feito algumas ameaças dias atrás contra a mulher, segundo fontes ouvidas pela reportagem. 

RELEMBRE

+Feminicídio: mulher de 29 anos é assassinada em Irani
+Feminicídio em Irani: vítima foi atingida por mais de dez golpes
+Feminicídio em Irani: inquérito será encaminhado à Justiça
+Autor de feminicídio em Irani deve se apresentar nesta quinta



 

Fonte: Serginho Primam





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM